Terça-feira, 25 de Maio de 2010

NOITE

 

 Imagem Internet / Salvador Dalí

 

 

Sinto a noite a aproximar

O cheiro das flores

Me fazem pensar.

 

Tudo se perdeu

Nas coisas que contei

E nas outras que senti.

 

E tornei-me indiferente

Ao lado de gente

Que tratou de mim.

 

Lembro tua forma de amar

Te dei meu pensar

E escondi meu clamar.

 

Acumulo as culpas

Não são tuas culpas,

Mas são minhas.

 

A minha alma desdobra-se

Em pétalas de flores pisadas,

Separada de mim.

 

Lembro a doçura dessas mãos

Pousadas no bater do coração,

Não têm as marcas de meus beijos.

 

Mas continuo a amar-te

A sentir teu desejo,

Meus olhos fechados, nublados,

De inúmeros patamares.

 

Murmúrio de água lenta

Num céu de prece

Num sonho extinto.

 

A tarde morre

Meu desejo cresce,

Te vou amar.

 

A noite vem,

Vou esquecer contigo

Tudo quanto disse!

 

Sobem ramos de rosas,

Se desfolham no silêncio desta noite

E eu lembro, minha vida,

Esqueço essa lembrança

E amo!

 

 

publicado por M.Luísa Adães às 11:37
link | favorito
De Maria João Brito de Sousa a 26 de Maio de 2010 às 11:55
O amor, nesta tua "Noite", aparece como nota dominante... entendo esta tua noite como uma estrada para a concretização desse mesmo acto de amar.
Eu estou sem tempo, muito dispersa por actividades diversas e as ocupações do costume, mas já por cá sentia a tua falta!
Um grande abraço!


De M.Luísa Adães a 26 de Maio de 2010 às 14:25
Mª. João

Sempre a correr e com eventos a realizar. Parece-me bom para ti e se o for, deves continuar.
Diz o povo com a sua sabedoria costumada
"Quando

Não sei quem fecha e depois quem abre, mas isso não interessa.
Este meu poema é, "como dizes, à pressa," a concretização do amor.

Obrigada pela tua amizade e vai em Paz, para o teu trabalho.

É bom que as coisas mudem para melhor!

Beijos e obrigada (à pressa)

Maria Luísa


De Maria João Brito de Sousa a 26 de Maio de 2010 às 14:39
Não tão à pressa que não voltasse cá! :)
Muito provavelmente, outra pessoa não se sentiria tão "dispersa" e "cheia de responsabilidades", na mesma situação... mas eu sou mesmo assim. Não sei fazer coisas pela metade e ponho sempre o meu melhor em cada coisinha que faço, mas canso-me facilmente, sinto-me dividida entre um e outro evento... e outro e outro, porque outras mil pequenas coisas vão acontecendo e me solicitam grandes investimentos afectivos. Penso que me entenderás.
Abraço grande!


De M.Luísa Adães a 26 de Maio de 2010 às 14:56
Mª. João
E à pressa voltaste! Sempre à pressa!

Esses investimentos afectivos se traduzem com
os bichinhos, ou não?

Basta de perguntas. Eu estava a brincar e até sorri
com aquilo que eu achei uma graça.

Beijos ternos. Mas vai um pouco mais devagar.
Conselho de amiga!Não te esqueças que tens de viver sem pressas. Obrigada por voltares.

Maria Luísa


De Maria João Brito de Sousa a 26 de Maio de 2010 às 16:42
Acreditas que hoje voltei a adormecer enquanto teclava? Dormi sentada e tudo! E estou novamente a cabecear... acho que vou ter de ir para casa deitar-me um pouco. Estou mesmo a dormir em pé.
Bjo!


De M.Luísa Adães a 27 de Maio de 2010 às 10:38
Poeta amiga

Vai e descansa, um pouco, de tua caminhada,
difícil - eu sei!

Beijo terno,

Mª. Luísa


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




.mais sobre mim

.links

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.posts recentes

. ROUBO

. Beijos/ Novo Ano Feliz

. BEIJOS

. Cantei!

. Oferta

. 11 de Setembro

. Oferta/ Evanir

. Oferta, a Maria luísa Adã...

. Cortesia de : Poesias do ...

. Três Rosas

. Oferta/ Maria/ Espanha

. Facebook/ Foto: A World o...

. Oferta/ Las cumbres del O...

. Oferta

. Pablo Neruda

. Agradecimento

. Prelúdio

. Oferta/ Novembro de 2012

. Poema sem nome

. Prémio Dardos/ 2012

. Saudade

. Juventude

. Jogos Olimpicos

. Amo!

. Oferta : www.estoyatulad...

. Bertold Brecht

. Decepcion ...

. Das Trevas para a Luz

. Primavera

. O Tempo

.favorito

. Whitney Houston

. FOGO

. NOITE

. Meu Amigo

. SEDE

. VIDA

. NUA

. Nascer e Viver

. REALIZAR

. ROSA IMORTAL


Selo do prémio dardos Oferta:-http//tintasepinceis.blogs.sapo.pt



Familia Maldonado /Brasão