Quinta-feira, 7 de Janeiro de 2010

NÃO OUÇO as VOZES

 

 

 Imagem Internet / Salvador Dalí

 

 

 
Hoje não ouço as vozes,
Vou sem rumo
Tão grande o Mundo
E países tão distantes…
 
Hoje não ouço as vozes,
As vozes daquele tempo.
 
Hoje estou unida a ti,
Desejosa de ti
Do teu amor
Flores molhadas
Junto a mim.
 
Hoje sou magia e esplendor,
Num mundo de fogueiras acesas
No mistério de quem sou.
 
Que te vou dizer
Se me interrogas
Acerca de tudo?
 
Conheço as sombras,
Conheço as luas,
Conheço assombros,
Conheço o amor
À distância
E cubro minha nudez,
Com esse amor.
 
Te beijo,
Te abraço,
Te amo,
Te desejo,
Te quero…
Me perco
Em teus braços.
 
A fogueira acendeu
Eu sou a fogueira,
E ardo nos teus braços
Do teu desejo e afecto,
De meus abraços.
 
E quando a apagar
Apago com amor,
A perdição
De uma vida!
E nesse instante
Torno a ouvir,
As vozes
Daquele tempo.
 
Mas hoje, não…
Hoje és tu e eu!
 
 
Maria Luísa O. M. Adães
 
    Janeiro 2010
 
publicado por M.Luísa Adães às 13:44
link do post | comentar | favorito
61 comentários:
De Mírtilo MR a 8 de Janeiro de 2010 às 23:24
Maria Luísa:

Mais um lindo e universal poema de amor, no teu belo estilo de poetar, que semeias no início deste novo ano, na esperança de que ele floresça em muitas espigas que alimentem de igual amor muitos corações dele deserdados ou carenciados. Poema que há-de lançar doces fogueiras de amor, como a do teu próprio poema, nos corações de quem o ler e o sentir verdadeiramente.
O teu poema é mais um doce monumento poético que sabe bem sentir erigido ou realizado na anímica terra desejosa de amor de qualquer pessoa que ame o amor.
Os meus votos de que a tua saúde esteja melhor, ou de todo recuperada.

Um amistoso beijo te deixo neste primeiro e talvez inexperiente comentário do ano que nos vai percorrer e levar um pouco mais para o lado da velhice.

Mírtilo


De M.Luísa Adães a 9 de Janeiro de 2010 às 10:20
lindo de morrer... o que escreves.

Agradeço, mais não posso dizer.

Melhoras muito poucas!

Beijos e saudade,

M. Luisa


De Mírtilo MR a 12 de Janeiro de 2010 às 22:43
Maria Luísa:

Muito agradecido por gostares do que escrevo, concretamente no comentário acima ao teu deslumbrantíssimo poema, capaz de sensibilizar qualquer poeta ou qualquer amante, ou qualquer pessoa mesmo que só minimamente sensível, ainda que tivesses exprimido tão resumidamente, mas tão elucidantemente, o teu apreço ao que escrevi no comentário, e fizeste-o assim por motivos de saúde, eu sei.
Por isso te desejo profundamente as melhoras o mais rapidamente possível, até à total recomposição. Que a saúde regresse a ti de todo, para que, por aqui, os teus tão maravilhosos poemas não faltem e, acima de tudo, voltes a sorrir sadiamente à vida qual estrela a iluminar de alegria teu próprio coração e o dos que rodeiam ou te aparecem no caminho, mesmo até neste internético caminho.

Beijinhos.
Mírtilo


De M.Luísa Adães a 13 de Janeiro de 2010 às 12:27
Mírtilo

Me deslumbra tua forma de dizer,
a sensibilidade e símbolismo do que escreves,
em resposta ao que escrevo.

Lindo de encantar - que bom te conhecer!

A saúde continua difícil.

Beijo grande da amiga,

M. Luisa


Comentar post

.mais sobre mim

.links

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.posts recentes

. ROUBO

. Beijos/ Novo Ano Feliz

. BEIJOS

. Cantei!

. Oferta

. 11 de Setembro

. Oferta/ Evanir

. Oferta, a Maria luísa Adã...

. Cortesia de : Poesias do ...

. Três Rosas

. Oferta/ Maria/ Espanha

. Facebook/ Foto: A World o...

. Oferta/ Las cumbres del O...

. Oferta

. Pablo Neruda

. Agradecimento

. Prelúdio

. Oferta/ Novembro de 2012

. Poema sem nome

. Prémio Dardos/ 2012

. Saudade

. Juventude

. Jogos Olimpicos

. Amo!

. Oferta : www.estoyatulad...

. Bertold Brecht

. Decepcion ...

. Das Trevas para a Luz

. Primavera

. O Tempo

.favorito

. Whitney Houston

. FOGO

. NOITE

. Meu Amigo

. SEDE

. VIDA

. NUA

. Nascer e Viver

. REALIZAR

. ROSA IMORTAL


Selo do prémio dardos Oferta:-http//tintasepinceis.blogs.sapo.pt



Familia Maldonado /Brasão