Quinta-feira, 7 de Janeiro de 2010

NÃO OUÇO as VOZES

 

 

 Imagem Internet / Salvador Dalí

 

 

 
Hoje não ouço as vozes,
Vou sem rumo
Tão grande o Mundo
E países tão distantes…
 
Hoje não ouço as vozes,
As vozes daquele tempo.
 
Hoje estou unida a ti,
Desejosa de ti
Do teu amor
Flores molhadas
Junto a mim.
 
Hoje sou magia e esplendor,
Num mundo de fogueiras acesas
No mistério de quem sou.
 
Que te vou dizer
Se me interrogas
Acerca de tudo?
 
Conheço as sombras,
Conheço as luas,
Conheço assombros,
Conheço o amor
À distância
E cubro minha nudez,
Com esse amor.
 
Te beijo,
Te abraço,
Te amo,
Te desejo,
Te quero…
Me perco
Em teus braços.
 
A fogueira acendeu
Eu sou a fogueira,
E ardo nos teus braços
Do teu desejo e afecto,
De meus abraços.
 
E quando a apagar
Apago com amor,
A perdição
De uma vida!
E nesse instante
Torno a ouvir,
As vozes
Daquele tempo.
 
Mas hoje, não…
Hoje és tu e eu!
 
 
Maria Luísa O. M. Adães
 
    Janeiro 2010
 
publicado por M.Luísa Adães às 13:44
link do post | comentar | favorito
61 comentários:
De umbreveolhar a 17 de Janeiro de 2010 às 17:41
Minha estimada Amiga,
Mais um belo poema! Gosto de ler o que tão bem escreves. Parabéns! Minha Amiga.
Através do comum Amigo, Eduardo, tive conhecimento que estás com alguns problemas de saúde e que te encontras no Brasil.
Reafirmo o que eu já disse no post que onde ele escreveu, esse acontecimente menos felliz na tua vida e para nós, desejando-te as rápidas melhoras, pois estamos à espera de mais poemas e que são sempre tão belos e que gostamos tanto de os ler!
Aceita a minha grande Amizade e cá te esperamos com boa saúde, o mais rápidamente possível.
Cumprmentos do indefectível Amigo,
Carlos Alberto Borges


De M.Luísa Adães a 18 de Janeiro de 2010 às 10:02
Olá querido amigo,

sim esou bastante doente, mas posso regressar, pois o avião é um bom meio de transporte, para o
meu caso.
Estou proibida de escrever. Tenho uma vértebra
da "coluna dorsal - partida". É doloroso em extremo
e agradeço toda a gentileza de que me têm rodeado e as tuas palavras ao m/ poema e tua amizade.
Obrigada por tudo. Espera por mim, com a ajuda de
Deus.
Beijos e saudades,

M. Luísa


De Alzira Macedo a 18 de Janeiro de 2010 às 20:43
Luisa minha amiga...
Já te comentei este poema...
Hoje venho te dizer a saudade que sinto...
De ti, das tuas poesias...
Espero sinceramente que recuperes rapido e que voltes cá te esperamos...
Hoje não ouves as vozes...
Mas amanha irás ouvir de certeza, sabes porquê?
Porque nunca nos iremos calar até regressares...
Um beijo muito doce para ti...
As tuas melhoras amiga, espero noticias tuas brevemente....
Beijosssssssssssssssssssss


De rosafogo a 19 de Janeiro de 2010 às 23:43
Que bom saber de ti, também vim ao acaso, para
ver se saberia alguma coisa e deparo-me com a
beleza de mais um poema.
Tenho pena que não te encontre já restabelecida, mas a saúde prega-nos partidas, eu estou com a gripe, a nova gripe já fez 18 dias hoje e também hoje o meu primeiro dia fora da cama. Mas o
que importa és tu, e as dores na coluna são insuportáveis tens razão amiga mas não esmoreças
vais ficar bem se Deus quiser.
Não vim há mais tempo porque sempre tenho medo de te incomodar, se estamos doentes pouca paciência temos, mas sempre te lembro com
saudade e desejo que voltes rápido e fiques bem.

Mª Luísa não necessitas responder, te cuida, cuidado, quanto mais esforço, mais tempo leva a curar, eu já tiva e ciática e sei o mau pedaço que se passa, e isso deve ser identico.
Adorei o teu poema, vou levá-lo como meu favorito.
Lembrar-me-ei sempre de ti, desejando que recuperes.

beijinhos muitos
da natalia


De M.Luísa Adães a 20 de Janeiro de 2010 às 11:38
Natalia

Lindas tuas palavras e tua amizade!...

Agradeço,

M. Luísa


De LR a 21 de Janeiro de 2010 às 23:18
Boa noite, amiga Luísa

Primeiro, quero desejar-lhe um ano de 2010 cheio de paz e amor.

Ando um fugida, mas eu não a esqueço e sempre, que for possível virei espreitar.

Parabens! por tudo o que li...maravilhoso!

Quero deixar um grande abraço e o meu sorriso.

LoveRight


De Maria João Brito de Sousa a 22 de Janeiro de 2010 às 16:02
Espero, do fundo do coração, que estejas melhor, Maria luísa. Um grande abraço para ti!


De MIGUXA a 22 de Janeiro de 2010 às 19:05
Maria Luísa,

Passei uma vez mais para te relembrar, os teus versos, a tua alma de poeta que admiro. Este teu cantinho acalma o meu espírito.

Aproveito para te desejar , uma vez mais, rápidas melhoras e que voltes rápido...será óptimo sinal...

Beijos ternos
Tua amiga que te estima
Margarida


De oriona a 22 de Janeiro de 2010 às 23:15
Onde está a amiga? Está tudo bem? Sinto saudades, desejo que tudo esteja bem.

Forte abraço


De blogando-me1 a 24 de Janeiro de 2010 às 19:06


De Fisga a 24 de Janeiro de 2010 às 19:29
Olá minha querida amiga Maria Luísa. Tenho a pedir-te desculpa, pela minha falha, que já deves ter sentido. Eu não comentei o teu poema tão bonito, denominado: não oiço as vozes. , não trás visto ainda que eu no meu blog, fiz uma reedição dele, pois tão bonito o achei, mas depois com a alegria de te ter homenageado com o teu próprio poema, e como a minha cabeça, já anda muito mal, eu só dei conta, quando me tardou a tua resposta ao suposto comentário, que eu devia ter feito e que por distracção , não fiz. Desculpa-me amiga, espero que a nossa amizade não fique beliscada mor isso. Conta-me da tua saúde, por favor. Um grande beijinho de desculpas, pelo meu erro. Eduardo. P. S. Quero dizer-te que o teu poema está fabuloso. É lindo.


De *FreeStyle* a 25 de Janeiro de 2010 às 03:22


Comentar post

.mais sobre mim

.links

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.posts recentes

. ROUBO

. Beijos/ Novo Ano Feliz

. BEIJOS

. Cantei!

. Oferta

. 11 de Setembro

. Oferta/ Evanir

. Oferta, a Maria luísa Adã...

. Cortesia de : Poesias do ...

. Três Rosas

. Oferta/ Maria/ Espanha

. Facebook/ Foto: A World o...

. Oferta/ Las cumbres del O...

. Oferta

. Pablo Neruda

. Agradecimento

. Prelúdio

. Oferta/ Novembro de 2012

. Poema sem nome

. Prémio Dardos/ 2012

. Saudade

. Juventude

. Jogos Olimpicos

. Amo!

. Oferta : www.estoyatulad...

. Bertold Brecht

. Decepcion ...

. Das Trevas para a Luz

. Primavera

. O Tempo

.favorito

. Whitney Houston

. FOGO

. NOITE

. Meu Amigo

. SEDE

. VIDA

. NUA

. Nascer e Viver

. REALIZAR

. ROSA IMORTAL


Selo do prémio dardos Oferta:-http//tintasepinceis.blogs.sapo.pt



Familia Maldonado /Brasão