Terça-feira, 29 de Julho de 2008

JOGO DE PALAVRAS E FIGURAS

Deixa que estas palavras atravessem o Espaço

E dá-me a Alegria imensa de Viver!

 

 

 

 

 

 

Embalei as palavras
Na minha mão
E joguei,
Um último jogo
Feito de tudo quanto sei
E tudo quanto sou!

 

Alinhei as palavras na mesa

Vestida de Cerimónia
E Elas correram céleres
Para a Grande Vitória.
Fiz o jogo que sei jogar!
 
Juntei às Palavras
As Figuras do meu jogo
E elas responderam com ansiedade,
Ao meu desejo,
Juntaram-se … Dominaram!
 
Deixei esta ânsia de dizer,
Neste sentir de Outono a fenecer.
 
Tudo vai ser esquecido,
Como se da Noite
Se apagassem as últimas Luzes,
Feitas das lantejoulas
Do Firmamento a escutar!
 
Jogo, sem ter o desencanto
De quem perde…
É uma benesse a recordar,
É uma mistura de palavras e figuras
E acompanha o Espaço Sideral,
Num conjunto de doacção Total!
 
 
Jogo com as palavras e as figuras
Num jogo Ancestral…
 
 
Por Ti e por mim
Meu Amor,
Este Jogo Fatal
Irreal,
De quem procura e não encontra,
A parte FINAL!
       
                   
 
                       Maria Luísa
 
publicado por M.Luísa Adães às 11:45
link | comentar | favorito
33 comentários:
De Sonhosolitario a 30 de Julho de 2008 às 16:45
Olá minha querida amiga poetisa LUISA depois de ter encontrado net na ilha e as saudades estavam apertando não consegui mais um minuto sem vir visitar os meus queridos amigos virtuais,
lindo poste minha querida poetisa LUISA jogo de palavras ,jogo da vida
Tudo nesta vida se joga jogasse as palavras jogasse a vida ,esta vida e um jogo ,por assim ser ,continuemos a lutar ,para as palavras jogar
ora jogas tu ora jogo eu ,vamos ver quem mais joga ,
porque uns com palavras jogam bem melhor que outros ,porque toda esta vida esta viciada no jogo ,sejam por palavras ou por actos de bem ou mal passaremos todos a fazermos parte desse jogo ,será o jogo da vida minha querida ,estou aqui para jogar ,amar ,dar todo o meu ser mostrar que sou homem ,sem tremor seguir em frente mostrar o lado da razão sem culpas no coração, para jogar nesse jogo não viciado mas sim honrado ,,sim porque a honra faz parte do jogo ,porque para se ser honrado ,não é preciso ser formado , mas sim ser respeitado ,e saber respeitar ,porque ainda quem não saiba as regas desse jogo infelizmente . mas que lindo tema minha querida poetisa adorei ,estas sempre as as tuas maravilhas ,continua ,e desculpa a minha ausência ,mas estiveste sempre no meu coração de amigo ...virtual . SONHOSOLITARIO doce beijinho


De M.Luísa Adães a 30 de Julho de 2008 às 18:12
sonhosolitario

Meu querido amigo, tanto tempo sem te reencontrar; fazes muita falta neste mundo que escolhemos (virtual).

O teu comentário está maravilhoso! Adorei as tuas palavras e a tua presença no meu "Jogo de Palavras e Figuras"; espero que as férias sejam boas e com saúde.

Obrigada.

Beijos,

Maria Luísa


De jpcfilho a 2 de Agosto de 2008 às 10:43
Olá M. Luísa, onde estás que não te encontro? Te procuro e nem sei onde? Ha quanto tempo, fazes falta.
beijos
João costa Filho


De M.Luísa Adães a 2 de Agosto de 2008 às 12:59
jpcfilho

Já tinha saudades tuas, das palavras, da sensibilidade poética, do dizer, do estar e não estar, do ser e não ser, de tudo quanto és - como poeta - como amigo Virtual. (como se diz nesta linguagem que detesto, mas aceito)

Estou em casa; tive um acidente em casa; parti o Externo - dificíl de cicatrizar e o meu Verão, ficou, de certa forma, perdido ... como eu, na confusão do meu mundo - não do mundo real - mas do meu que também é real, mas está num outro Plano - mais elevado onde eu canto, danço e sou feliz no momento.

Muito bom ,sentires a minha falta, eu também sinto a tua falta ... Irmãos na luta, não podem separar-se!

Eu escrevi no teu blogs, deixei coisas minhas - como os sentimentos ... e tu não respondeste, ignoraste ...
Viciado pelos medos que a Net inspira a todos nós!

Frio como o gelo, daquelas figuras que tu teces com
palavras de ouro ... e lhe dás vida com primor!
Mas o sinistro desta Net predomina em todos nós e eu, repudio esse MEDO! Mas sinto que quando escrevo, um pouco mais, no dizer de simplicidade que não é simples - amedronto algumas pessoas e
perco outras! Não sei viver este mundo e a falta de clareza com que todos se expressam com medo de
quem lê.

Respeito esse medo! É real, mas somos confundidos
com outros e isso também me assusta!
Procuro, procuro sempre! Penso encontrar a quem
transmitir esta lealdade que não se coaduna ,com este ambiente .... mas faz parte de mim!
Um dia deixo isto ... Estou farta do formalismo - do não entendimento!
Também estou zangada contigo, por não entenderes quem sou e o que sou!
Lê o que escrevo - lê o pouco que tenho no google;
Vai directo ao google, através do sapo onde diz
os7degraus.
E quando peço isto a alguém "Sinto que estou a mendigar" - Sou um pobre pedinte, neste espaço,
esquecido! E ainda não aceito!Nem vou aceitar!

E depois de dissertar te agradeço o teu cuidado, o teu carinho de poeta a perguntar ao outro "Onde estás?" "Fazes falta"... E os medos??? Meu irmão -
os medos desta caixa onde não há liberdade (no bom sentido) porque o Mal vence e dá as Cartas ... Joga
um jogo "tenebroso" , mas apreciado pelas maiorias:
e isso é que conta!

Beijos para ti - meu poeta encantado -.

Maria Luísa


De NEOABJECCIONISMO a 2 de Agosto de 2008 às 19:41
Maria Luísa.
Mas que delicia, o poema, os comentários, o encanto com que manifestas o medo da caixa tenebrosa. As queixas pelo Google. Que importa, amiga, que gostem, que não goste, uns quantos? O que sai de nós é um valor de nós. Não podia sair de outra maneira. Eu gosto de uma mulher mesmo quando ele me grita, se irrita comigo, porque está a ser ela, a ser verdadeira.
O teu poema Jogo de palavras e Figuras, é um mimo do poder das palavras jogado pelo poeta.
É um jogo que sabes jogar, que jogas com mestria e nos seduz. As palavras sobem ao cume para se divertirem e divertem-se pela mão do poeta.
Beijos
Neo


De M.Luísa Adães a 3 de Agosto de 2008 às 09:07
Neo

Lindas as tuas palavtas e o incentivo que me dás,
quanto ao valor das mesmas. Tu dizes:

As palavras sobem ao cume
para se divertirem
e divertem-se pela mão do poeta.

e eu repito num jogo Ancestral:

Deixa que as palavras atravessem
O Espaço ...

Jogo com palavras e Figuras!

Por ti,
por mim,
por todos,

neste jogo Fatal
Irreal

De quem procura e não encontra,
A parte Final!

Beijos, Neo


Maria Luísa


p.s. deixei comments no teu blogs.


De Sonhosolitario a 5 de Agosto de 2008 às 19:44
olá amiga LUISA ,estou porque estou a sentir a tua falta ,estas a ceis dias sem fazer um poste .querida poeta ,espero que tudo esteja bem contigo ,da-me noticias por favor .
um doce beijo meu .para ti querida amiga virtual .
sempre fiel a amizade virtual,
sonhosolitario
p.s.aguardo noticias obrigado


De mariana a 5 de Agosto de 2008 às 20:52
Lindo lindo amiga, adorei mais este poema, continua a viciar-nos nestes jogos de palavras, tão intensas, tão tocantes....Beijokas e uma boa semana para ti.


De M.Luísa Adães a 6 de Agosto de 2008 às 06:13
obrigada pela tua presença e as tuas palavras;

Jogo de palavras e Figuras é um poema, onde as palavras e as figuras do jogo de xadez, jogam céleres, na mesa vestida de cerimónia. É original e eu, também gosto muito dele!

Obrigada por gostares, minha amiga querida.

beijos,

Maria luísa - Para Mariana


De M.Luísa Adães a 6 de Agosto de 2008 às 06:21
sonho solitário

Há imenso tempo que nada sabia de ti; estava com muitas saudades, meu querido amigo.

Mandei um comentário a um poema teu (ontem) e um pedido - Lê por favor!

Tive um acidente em casa, parti o" externo" e o problema continua dificíl ... por isso pedi para que desculpem a minha ausência no blogs, pois custa-me escrever... mas respondo a todos quantos me escreverem.

Obrigada pelo teu cuidado e as tuas palavras ao meu poema; eu, também gosto dele!

Beijos,

Maria Luísa


Comentar post

.mais sobre mim

.links

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.posts recentes

. ROUBO

. Beijos/ Novo Ano Feliz

. BEIJOS

. Cantei!

. Oferta

. 11 de Setembro

. Oferta/ Evanir

. Oferta, a Maria luísa Adã...

. Cortesia de : Poesias do ...

. Três Rosas

. Oferta/ Maria/ Espanha

. Facebook/ Foto: A World o...

. Oferta/ Las cumbres del O...

. Oferta

. Pablo Neruda

. Agradecimento

. Prelúdio

. Oferta/ Novembro de 2012

. Poema sem nome

. Prémio Dardos/ 2012

. Saudade

. Juventude

. Jogos Olimpicos

. Amo!

. Oferta : www.estoyatulad...

. Bertold Brecht

. Decepcion ...

. Das Trevas para a Luz

. Primavera

. O Tempo

.favorito

. Whitney Houston

. FOGO

. NOITE

. Meu Amigo

. SEDE

. VIDA

. NUA

. Nascer e Viver

. REALIZAR

. ROSA IMORTAL


Selo do prémio dardos Oferta:-http//tintasepinceis.blogs.sapo.pt



Familia Maldonado /Brasão