Domingo, 13 de Julho de 2008

NADA!...

 

 

 

 

 

Um narrador:

dois poetas, num único poeta...

Vivem da ilusão do seu estar, no Mundo!

                                      Maria Luísa

 

 

Eu não procuro Nada!

Tudo nos foi dado,

Nada ficou...

Tudo foi atraído

Às nossas Vidas.

E recebemos tudo ...

Sem clamar,

Sem fugir,

Sem lutar,

 

Apenas aceitar

E caminhar,

De pesadelo em pesadelo,

Difícil de suportar!

 

E o poeta queixa-se ...

Deixá-lo queixar-se!

Que importa?

A poesia tudo vai mudar!

 

O seu estar,

O seu pensar,

A sua forma de olhar,

O seu modo de encantar,

Tudo vai mudar!

 

E eles,

Pobres coitados

Sem reparar,

Continuam a cantar,

A escrever,

A amar,

Sem perceber ...

O seu Mundo vai terminar!

 

Ele que sou Eu,

Não sabe!

Não pode saber ...

Eu não lhe vou dizer!

 

Deixá-los aos dois,

Continuar a pensar

Que o Tudo ... Que é Nada,

Chegou ... Sem ter Chegado!

 

E a eles, nada lhes foi dado ...

Nada! ...

 

E o Nada ... Matou! ...

Eles não sabem! ...

 

Pobres Poetas,

Não têm Nada ...

... Não sabem de Nada!

publicado por M.Luísa Adães às 10:57
link do post | comentar | favorito
29 comentários:
De Sonhosolitario a 19 de Julho de 2008 às 18:37
ola querida e doce amiguinha poeta ,espero esteja bem de saúde ,como o resto da familia tambem ,
amiga poetisa que lindo estou encantado com esta maravilha deste encantadore poema (NADA)...

VOU TENTAR RESPONDER A ESTAS QUATRO LETRAS EM PROSA
VOU DAR O MEU MELHORE .

N...NUNCA SE JULGA UM LIVRO ATÉ ACABAR DE LER A ULTIMA PAGINA

A...ANTE SERÁ UM PRENCIPIO LINDO COM MUITOS SONHOS DE ENCANTANEMTO,SONHOS DE PRINCESAS ABANDONADAS NO SEU SOSRIMENTO NA AMARGURA DA VIDA...

D...DAR AMOR,AMAR O SEMELHANTE COMO A ELE PROPRIO.RESPEITAR SER RESPEITADO ,PARA O MUNDO SER ENCANTADO PARA SE VIVER EM PAZ E ARMONIA .

A...AMOR,. VIVEMOS PELO AMOR PARA AMAR ,PERDOAR SER PERDOADO ,PARA GANHAR FORÇAS NESTA VIDA REAL ,TAO DURA DE AMARGURA DE SOLIDÃO.NESTA CONFUÇÃO DO DIA A DIA .SENDO A VIDA UMA LABUTA .CHEIA DE DIFICULDADES
UNS MAIS SOFREDORES DE QUE OUTROS .MESMO ASSIM DAMOS GRAÇAS AO SENHOR POR MAIS UM DIA DE VIDA,POR ESTARMOS NESTE MUNDO PARA REVERMOS SO NOSSOS FAMALIARES NOSSOS FILHOS AMIGOS ,O ENCANTO DA NATUREZA .
OBRIGADO POR ESTE LINDO TEMA ,NADA MAS COM TUDO MINHA QUERIDA POETISA,
UM BEIJINHO
E MUITA FELICIDADE .
SONHOSOLITARIO


De M.Luísa Adães a 20 de Julho de 2008 às 09:28
sonho solitario

Desculpa, mas eu respondi ao teu texto sobre o poema "NADA" que agradeço encantada, no poema "Nada me prende",

Vai ao" Nada me prende" e além destas palavras, encontras as outras - foi um lapso - desculpa, meu Amigo, sempre assíduo, sempre Leal.

Beijos,

Maria Luísa


De M.Luísa Adães a 20 de Julho de 2008 às 09:01
aminhadortemoteunome

Obrigada por responder; eu estou a tentar perceber o que se passou - mas como chego ao "just moments" -?Tinha muito interesse nisso.
E o livro que saíu é seu? Se é, quero comprar!

Elucide-me quanto à forma de chegar ao justmoments!
Elucide quanto ao livro!
Elucide-me quanto a si!

Tenho muito gosto em a acompanhar no que escreve,
no que é... e encontrar assim, a sua pessoa humana,
sem o artifício do Virtual.

Vou dizer-lhe uma coisa: o Virtual causa-me má impressão, uma sensação de" Irreal onde é difícil respirar" e por vezes, confundo as pessoas... Tenho
amigos assíduos ao que escrevo, mas tenho outros,
como você, "mais intímos" a quem gostaria de dar uma "Forma Real" e conhecê-los melhor e poderia escrever sobre eles, daquela forma que eu sei - "abstracta", mas que me dá segurança.

Vai responder-me? Não foge, de novo? Não foge?
Prometa! Leia com atenção e responda, ponto por ponto. E por último e não menos importante, a forma de alcançar "justmoments".

Obrigada,

Beijos,

Maria Luísa


De Sara a 26 de Julho de 2008 às 01:58
Olá, querida amiga.
Aqui estou eu e verdadeiramente encantada com este seu poema em particular. Lindíssimo! De tanto nada feito que se resume em muito e em algo grande.
Faz-me lembrar a célebre estrofe "o sonho comanda a vida" da famosa Pedra Filosofal, escrita pelo saudoso Gedeão (que tinha coisas belíssimas). Toda a alma pensante tem contradição, segredo...sonho. Entre a realidade e o imaginário... Entre o sofrimento e o encantamento... Seria talvez um lugar comum dizer que todos temos um pouco de poeta - desses poetas que no fundo são um só - dentro de nós... Mas digo, porque acredito.
A poesia não muda nada. A poesia muda tudo.
Umas vezes, o mundo parece excessivamente imóvel e outras rápido demais para o agarrarmos...
Beijinho


De M.Luísa Adães a 26 de Julho de 2008 às 02:18
sara

obrigada por me escrever e comentar "NADA"...

Eu também gosto dele e da verdade que ele apresenta quando fala do Tudo e do Nada e da pobreza do poeta que não se apercebe da crueza do mundo que o envolve e NADA lhe dá ... E ele não entende e eu não lhe posso dizer, não o quero alertar... pois se o fizer, ele vai sofrer!... E ele já sofre, sem saber ... apenas, porque é Poeta!

Obrigada pela sua presença e pelas suas palavras.

Boa Noite, Sara

Maria Luísa


De jpcfilho a 29 de Julho de 2008 às 09:57
Olá Maria Luísa, mas que poeta danada que és, "pobres poetas que não têm nada, e sabem nada..."
És poeta e és o outro, vc é ela, ele, vc é, são, somos, todos nós...
Gosto muito do teu escrever, e mal comparando , deves notar que temos linhas parecidas (mas como sou pretensioso),. sim...
beijos
João Costa Filho
Espelhodesombras


De M.Luísa Adães a 29 de Julho de 2008 às 11:22
Meu Amigo
És uma pessoa espantosa! O máximo que encontrei, nas buscas que fiz ... Estou falando verdade e a sério - Somos parecidos? Talvez ... mas tu és melhor!
Não digas não! És melhor, com o teu rendilhado de figuras complexas, metidas num quadro ou esculpidas na pedra, como estátuas!! Fazes parar por magia as figuras humanas e elas param - de repente - sem sentirem e ficam da forma como pararam e tu as moldas como sentes que elas são; não é fácil, escrever assim!

E tens quem te entenda! Tens?... Eu entendo à minha
maneira," por vezes alheia ao que se passa" e não vou ao encontro do poeta...E parece que estou a falar de outras coisas! Quando dou por isso, já é tarde! E neste mundo estranho e misterioso já me disseram, de forma "bruta" -" tu não sabes escrever,
apenas tens vaidade" e continuo a ser joguete desse
bruto nas coisas ignóbeis que escreve e parodia a minha pessoa.

Pobres Poetas,
Não têm Nada ...
... Não sabem de Nada!

Deixar o recanto, abandonar bons amigos, esconder
o que escrevo, aos olhos de todos? Por pessoas sem
nexo? Não sei! Estou a ignorar ... a tentar ignorar!

E vens tu e comentas "NADA" ... eu também gosto dele! São vários os poetas que escrevem comigo; são
meus amigos e por vezes um, narra a história outro
conta desilusões ou alegrias e eu no Terreiro ,escrevo, canto e danço com eles!

Obrigada pela tua análise mais coerente do que a minha; obrigada por pensares que somos parecidos,
agradeço a tua presença no recanto meu e de quem vier por bem!
Vem mais vezes e dissertamos, assim, desta forma
que diz tudo e não diz Nada - e O Nada é o Tudo!
E temos vários poetas a escreverem connosco e damos com ternura, essa oportunidade!

Beijos,

Maria Luísa


Comentar post

.mais sobre mim

.links

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.posts recentes

. ROUBO

. Beijos/ Novo Ano Feliz

. BEIJOS

. Cantei!

. Oferta

. 11 de Setembro

. Oferta/ Evanir

. Oferta, a Maria luísa Adã...

. Cortesia de : Poesias do ...

. Três Rosas

. Oferta/ Maria/ Espanha

. Facebook/ Foto: A World o...

. Oferta/ Las cumbres del O...

. Oferta

. Pablo Neruda

. Agradecimento

. Prelúdio

. Oferta/ Novembro de 2012

. Poema sem nome

. Prémio Dardos/ 2012

. Saudade

. Juventude

. Jogos Olimpicos

. Amo!

. Oferta : www.estoyatulad...

. Bertold Brecht

. Decepcion ...

. Das Trevas para a Luz

. Primavera

. O Tempo

.favorito

. Whitney Houston

. FOGO

. NOITE

. Meu Amigo

. SEDE

. VIDA

. NUA

. Nascer e Viver

. REALIZAR

. ROSA IMORTAL


Selo do prémio dardos Oferta:-http//tintasepinceis.blogs.sapo.pt



Familia Maldonado /Brasão