Sexta-feira, 11 de Abril de 2008

DAS ASAS DA COR DO MEL E DO LEITE/ 2

    Ciclo do Amigo

                                  Das “Asas da Cor do Mel e do Leite”

                                    “Terra Prometida” por Deus,a Moisés.

                                            (Fuga do Egipto)

 

                                                                     Maria Luísa Adães

 

Meu Amigo

 

A nossa festa acabou, mas deixa-me dizer-te, uma vez mais: trazias pedaços de luar nos Teus cabelos dourados e o Teu corpo, macio e brando entregava-se com quebranto e langor … Mas não parecias Tu …

Com essa forma subtil de amar!

 

Tudo terminou em cânticos de luz e de louvor!

 

Recordo o banquete, preparado por mim … aquele sabor ao néctar puro das abelhas – sem misturas –

Apenas os favos amarelos – alvéolos trabalhados com fervor – e os vinhos nos seus tons dourados e rosa, as flores perfumadas, ao longo do caminho … Tudo tão simples ao longo desta vida, nunca antes contada.

 

Mas a simplicidade, não é o meu atributo maior … Nada pode mudar neste meu Eu invulgar e vou continuar como sou – eu sei!

 

Perguntas se sou adepta do Paganismo?

Não sou!

Sou crente em DEUS … Sem esquecer o Filho!

 

Sentes como sou? Entendes-me? Acreditas em mim? Tornamos tudo mais fácil, na forma Poética de dizer.

 

Quando for possível – arranjo outra festa e convido mais gente.

E despida de modas e trajes complicados … Vou como em passerelle mostrar como sou e o meu costureiro mostra o meu corpo despido de fantasias e faço disso – o meu modelo – como escrevo os meus versos ou a minha prosa. É uma representação abstracta … Como um quadro pintado que só os críticos sentem, saber definir.

 

Jogo xadrez – agrada-me essa espécie de jogo – apreciada por tão poucos –, mas sinto-me bem no meu mundo, escrevendo com amor – gosto, por vezes, das coisas, lugares e pessoas de quem os outros não gostam. Escrevo para Todos e ainda mais, para aqueles que não querem ou não podem, entender – mas não o confessam!

 

Olho as figuras para a próxima jogada e lembro o meu Livro “Os 7 Degraus”, onde me foi mostrado o verdadeiro caminho e me deram a Luz quando as trevas desceram e me taparam, como se fosse NADA.

E fiquei sem ver … apenas cintilavam as figuras e eu apercebia-me que Elas ensinavam a vencer, a ganhar o Primeiro Lugar – ou quem sabe? O Último Lugar …

 

O teor desta Carta fala de tantas coisas, contadas por mim e por Ti.  As Tuas, são as mais belas …

Intimistas e abstractas – quem dá por Elas? Os que passam e não lêem? E ainda, aqueles QUE NÃO PASSAM … Esses são os mais fáceis. Nada têm a dizer …

 

Admiro-Te com ternura, pela Tua solidão – Só Tua … E me deixares compartilhar o Teu estar.

 

Não estou mais só … Tenho-Te e escrevo por Ti … Apenas por Ti! 

 

 

publicado por M.Luísa Adães às 19:34
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De poemasimples a 13 de Abril de 2008 às 21:24
Não sei porque escreves ou para quem escreves mas uma coisa eu sei, nunca vou deixar de ler e admirar o escreves e o que tentas transmitir. Mais uma vez estou pensativo e admirando tudo aquilo que consegues ao passar a tua mensagem. Realmente só não te admira quem não souber apreciar e interiorizar a tua escrita. Interpreto-a à minha maneira e sinto que vale a pena. Um bem haja e não me arrependo deste tempo que passo na tua companhia.
Até breve e um bom Domingo.


De M.Luísa Adães a 14 de Abril de 2008 às 02:22
Não sabes para quem escrevo; não sabes porque escrevo e o que tento transmitir ... Não sabes!
Respostas existem, mas a dimensão em que Elas se encontram nos transcendem e se distaciam das nossas vidas.
Não sintas desalento nem pena e aceita a ausência do entendimento.
As trevas, os lugares percorridos, perdem-se na distância e nós descansamos e pressentimos ao longe...
A solidão dos outros ... Que já não é a nossa!

Vive a tua Vida, como vivem as pessoas dos teus dias, sem saudades e sem amarguras.

Não deixes que as multidões anónimas, indiferentes te possam magoar e vive de uma forma ligeira o teu tempo, sem a saudade dolorosa dos que partiram e dos que te decepcionaram.

Ama os dias, as semanas, os meses, os anos e caminha e luta e transforma o chamado "DESTINO".

Assim deves viver!

Admiro-te, por entenderes esta forma de dizer e teres a sensibilidade de tentares perceber " A quem escrevo e porque escrevo".

Quero que saibas que os sentimentos não morrem e a saudade permanece e continua a insistir, na mudança que desejas ,para a tua Vida

Saudades e obrigada pelo teu comentário.

Maria Luísa


De Simbologia do aMoR a 26 de Junho de 2009 às 06:35
Olá amiga

Como pode ter escrito tudo que sinto e que também escrevi sobre o mel, sobre o jogo de xadrez?
O que acontece conosco?
Encontros de outras existências?


Comentar post

.mais sobre mim

.links

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.posts recentes

. ROUBO

. Beijos/ Novo Ano Feliz

. BEIJOS

. Cantei!

. Oferta

. 11 de Setembro

. Oferta/ Evanir

. Oferta, a Maria luísa Adã...

. Cortesia de : Poesias do ...

. Três Rosas

. Oferta/ Maria/ Espanha

. Facebook/ Foto: A World o...

. Oferta/ Las cumbres del O...

. Oferta

. Pablo Neruda

. Agradecimento

. Prelúdio

. Oferta/ Novembro de 2012

. Poema sem nome

. Prémio Dardos/ 2012

. Saudade

. Juventude

. Jogos Olimpicos

. Amo!

. Oferta : www.estoyatulad...

. Bertold Brecht

. Decepcion ...

. Das Trevas para a Luz

. Primavera

. O Tempo

.favorito

. Whitney Houston

. FOGO

. NOITE

. Meu Amigo

. SEDE

. VIDA

. NUA

. Nascer e Viver

. REALIZAR

. ROSA IMORTAL


Selo do prémio dardos Oferta:-http//tintasepinceis.blogs.sapo.pt



Familia Maldonado /Brasão