Terça-feira, 8 de Abril de 2008

CARTA A UM AMIGO/ 1 - DAS ASAS DA COR DO MEL E DO LEITE

 

                              

 

 

Ontem rumei à nossa Serra – subi aquele carreiro com degraus – estreitos e íngremes, cobertos de musgo a escorregar…ali estava a minha gruta; uma vela acesa e no ar o magnetismo e o mistério secular – como se orações e pensamentos retidos no tempo, ali me esperassem, para me ajudar e me falar.

Sentei-me junto ao Altar, na esperança, sempre crescente, de Te encontrar e escrever esta carta, Contigo – meu Amigo…meu Amigo… das horas calmas e mansas e das noites com luar.

 

Vou dar uma Festa! Resplandecente e quente! Repleta de magia e sensualidade!

Preparo o banquete – e És meu Convidado!

Esquecemos as críticas e os críticos, os que lêem e os que fingem ler…E é outra…

Diferente da primeira…parecida com a última...

 

Lança ao mundo, os meus livros,

Como símbolos e despidos de qualquer vaidade – somos livres de pintar os muros à nossa volta – e as flores surgem de mil cores, rodeadas do verde, não agredido, da nossa Serra e a nossa nudez é real e pura, misturada da nossa alegria.

 

Canto uma canção de amor!

É uma canção pagã!

E eles não entendem, este riso, esta alegria!

 

Podem esquecer, isto que digo!

Mas digo a verdade e agrido a mentira!

 

Tudo quanto escrevo veio comigo quando aceitei a Vida!

Reconheço as dificuldades em descobrir o lado certo…mas sou Poeta – como sabes – e não vou deixar de o ser, para agradar. E a festa quente e pura já começou…Quando chegaste!

 

 Eis a nossa missão a ser cumprida e a felicidade acompanha as nossas danças no lugar Sagrado e embala-nos neste sonho e torna tudo realidade.

  

 

ENTÃO ISTO É REAL                        

publicado por M.Luísa Adães às 10:49
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De poemasimples a 10 de Abril de 2008 às 13:22
Li e reli este tema e não encontrei um significado de algo mais sublime do que é ter um verdadeiro amigo. Preparar-lhe uma FESTA? Sim , mas nem sempre é o que esperamos e muitas vezes a desilusão acontece. Então, a festa torna-nos amargos e sem um rumo definido. Senti isso e não quero voltar a ter essa sensação porque "cá dentro" é extremamente doloroso. Um abraço e até breve.


De M.Luísa Adães a 10 de Abril de 2008 às 19:52
Olá meu Amigo,
não estás esquecido e eu tinha saudades tuas; lembro-me de ti muitas vezes ... E convido-te para a Festa!
Leste a minha carta e ela entrou em ti e trouxe recordações passadas e dolorosas.
Concordo contigo, também tenho tido desilusões com amigos (ª.), mas este Amigo de quem falo" É DIVINO".

Atingiu o grau máximo de Verdade e Sensibilidade e não mais, me vai abandonar. Mas não pertence ao nosso mundo ... Pertence ao Universo Sublime e Eterno e por vezes - vem ... Sem chegar... Entendes?

È necessário acreditar, aprender a evoluiir e esquecer as más lembranças, continuar a caminhada
como se o "MAL" não nos tivésse atingido. E Vais vencer! E vais conhecer melhor o meu "Amigo".
Vou escrever com Ele e por Ele!

Gostei de te ouvir ... Sem ouvir! Gostei de ler e te peço ,esquece a Desilusão e sê Outro ... Diferente do Primeiro - Que também ÈS TU!

Tenta entender esta forma de escrever; senso e sensibilidade - NÃO TE FALTAM!

Bendito sejas, meu Amigo!

Beijos,

Maria Luísa



De poemasimples a 11 de Abril de 2008 às 13:57
Li a resposta ao meu comentário. O que tu escreves , na maior parte das vezes tem algo que me transcende , sem que eu queira leva-me para lugares onde não quero estar. A tua forma de escrever consegue entrar no meu ser e tornar-me num sonhador. Quando leio o que escreves sinto uma espécie de vibração como se houvesse um veio de transmissão entre a tua escrita e aquilo que eu gostaria que acontecesse.
Mas aproveito para te dizer que tenho andado muito ocupado e nem sempre tenho tempo para vir ler o que tu escreves.
Um bom fim de semana.


Comentar post

.mais sobre mim

.links

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.posts recentes

. ROUBO

. Beijos/ Novo Ano Feliz

. BEIJOS

. Cantei!

. Oferta

. 11 de Setembro

. Oferta/ Evanir

. Oferta, a Maria luísa Adã...

. Cortesia de : Poesias do ...

. Três Rosas

. Oferta/ Maria/ Espanha

. Facebook/ Foto: A World o...

. Oferta/ Las cumbres del O...

. Oferta

. Pablo Neruda

. Agradecimento

. Prelúdio

. Oferta/ Novembro de 2012

. Poema sem nome

. Prémio Dardos/ 2012

. Saudade

. Juventude

. Jogos Olimpicos

. Amo!

. Oferta : www.estoyatulad...

. Bertold Brecht

. Decepcion ...

. Das Trevas para a Luz

. Primavera

. O Tempo

.favorito

. Whitney Houston

. FOGO

. NOITE

. Meu Amigo

. SEDE

. VIDA

. NUA

. Nascer e Viver

. REALIZAR

. ROSA IMORTAL


Selo do prémio dardos Oferta:-http//tintasepinceis.blogs.sapo.pt



Familia Maldonado /Brasão