Domingo, 24 de Outubro de 2010

Arrábida/ Real e Pura

 

                                                       Linodorum-incubacea /Orquídea da Serra

Ophrys /Orquídeas da Serra  "selvagens"

 

 

Vem ao mundo da Poesia

Vem de novo...

E dá-me a tua imponência

E ainda o teu silêncio

...Que tudo diz.

 

Canto para ti nestes versos

...Só meus,

Olho as tuas Estrelas à noite

E mais a Lua quando ela se levanta

 

E se mostra no Luar

E se espelha preguiçosa

Nas águas do teu Mar

 

No recanto único

...só teu

E um pouco meu...

 

E me dá a benesse,

 

A benesse do Amor e da Paz.

 

Maria Luísa

publicado por M.Luísa Adães às 10:36
link do post | comentar | favorito
|
28 comentários:
De jabeiteslp a 24 de Outubro de 2010 às 11:35

e viva a paz desse teu jardim..

Feliz domingo Luisa


De M.Luísa Adães a 24 de Outubro de 2010 às 11:50
E viva a Paz no meu jardim e em todo o mundo.

Acabei de escrever um desejo
Descobri ser utopia...

Obrigada pela minha Arrábida.

Beijo,

Maria Luísa


De jabeiteslp a 24 de Outubro de 2010 às 12:53

que tem bonitas flores



De M.Luísa Adães a 24 de Outubro de 2010 às 17:18
Joca

É clima mediterrãnico e tudo floresce com uma
beleza inigualável.

É muito bela a minha Serra!

Beijos e bom Domingo

Mª. Luísa


De MC a 24 de Outubro de 2010 às 17:20
Os versos estão muito bons dedicados à
natureza bela e pura. Original!

Lindas orquídeas!

Gostei!

M.C.


De M.Luísa Adães a 24 de Outubro de 2010 às 17:34
MC

Estou a escrever no: http://os7degraus,blogspot.com

Não quero abandonar o sapo, por enquanto e como
o livro esgotou, estou a trazê-lo à Net com
imagens da Serra, em especial para mim.
neste caso, o interesse maior é apenas meu.

Mas agradeço o seu interesse.

Obrigada,

M. Luísa


De jpcfilho a 24 de Outubro de 2010 às 21:23
Querida amiga Maria Luísa, o silêncio e a imponência do mundo da poesia te pertececem, quando dizes às tuas estrelas, ou á Lua para se levantarem, pois um novo poema vai nascer, e em teu recanto único, onde espelhas preguiças, escreves versos de encantamentos e benesses de amor, próprias de ti minha poeta.
Lindos versos
beijos
João Costa Filho

Nunca te esqueci, e voltarei para dar umas espiadas em teus cantos...


De M.Luísa Adães a 25 de Outubro de 2010 às 09:42
João

Agradeço tuas belas palavras.

Vim de novo ao sapo, mas com a natureza do meu
Livro dedicado à Arrábida, à Serra, ao Mar e ao Vento.
O livro esgotou e eu o trago à Net com os versos
dele que são meus e imagens da beleza do ar
mediterrânico, apanágio deste local único.

Mas estou a escrever a sério novos poemas no
google.
A poesia está perdida, eu sei e não tenho ilusões.
A imagem é que perdura em 90% ou mais, na Net e
no mundo real.

Só não percebo porque deixaste de escrever!

Eu também vou deixar, um dia, não muito distante.

Tenho poemas lindos nos 7degraus que merecem mais do que recebem. Eu sei! E falta-me a tua presença no google.

Tenho um livro a saír em Novembro - Lisboa.

Princípio de Dezembro, com a graça de Deus, vou
para o Brasil - São Paulo.
Talvez na passagem do ano esteja no Rio de Janeiro.

Que dizes?


Beijos e obrigada,

Maria Luísa


De cuidandodemim a 25 de Outubro de 2010 às 12:31
É bom amar a Terra, amar um lugar e fazê-lo morar no nosso coração.
Bjns


De M.Luísa Adães a 25 de Outubro de 2010 às 15:08
Verdade!

É bom amar a terra e ter dentro de mim aquele lugar, onde toda a minha família se encontrava
para conversar.

Eu de muito pequena, nadei naquele mar, percorri
aquela serra, amei o abrir das manhãs e o acabat
das tardes.

Por isso, mais tarde, lhe dediquei um livro.

Neste momento, talvez seja com Ela que termino
minha vida virtual no Sapo. Mas por enquanto
fico eu, a Serra , o Mar e o Vento.

Os meus outros poema estão no Google, como sabe.
A minha forma de escrever continua, mas noutro lugar. O sapo sofreu transformações e muitas
pessoas deixaram de aparecer. E eu mudei...
Era tempo de mudança! Nada é sempre igual!
Mas tive amigos, como a Senhora, que não me abandonaram.

Espero sempre sua visita!

Com amizade, agradeço,

Maria Luísa


De Brown Eyes a 25 de Outubro de 2010 às 21:32
Nada substitui a beleza que a paz emana. Lindo poema Maria Luísa. Beijinhos


De M.Luísa Adães a 27 de Outubro de 2010 às 16:53
Brown Eyes

Grata pela tua presença neste blogs tão longe de tudo.

Mas tu já o conhecias! Falta ires aos" prémos"
basta clicar na palavra "premios" neste blogs,
lado esquerdo.
É muito interessante e tu não conheces!

beijos e obrigada,

Mª. Luísa


De a 26 de Outubro de 2010 às 16:09
Mª Luisa,
Linda essa homenagem à terra, ao mar, às flores e ao luar. Tudo o que lhe deres eles te devolvem em paz e harmonia. Basta sentir...
Tenho andado desaparecida, sem vontade de escrever, mas leio-te sempre minha amiga.
Fico enlevada com os teus poemas, com a tua sensibilidade.
Beijinhos

P.S. vou passar nos 7 degarus.


De M.Luísa Adães a 27 de Outubro de 2010 às 16:58


Só hoje te encontrei e me deixaste feliz.

Trago a Arrábida a este lugar, como Serra, Mar e Vento, intocáveis e sagradas.

Beijo grande,

Mª. Luísa


De MIGUXA a 26 de Outubro de 2010 às 20:42
Maria Luísa,

Mais um belo poema dedicado à nossa maravilhosa Arrábida...

Beijos com ternura
Margarida


De M.Luísa Adães a 27 de Outubro de 2010 às 16:54
Com ternura encontro tua presença na nossa -
Arrábida.

Agradeço,

Mª. Luísa


De poetaporkedeusker a 27 de Outubro de 2010 às 17:48
E esta tua nova - e eterna - versão da Arrábida... ainda não a tinha visto! Estás a convocá-la, a ela, Serra ou Espírito da Serra... lindo!
Abraço! Está quase a fechar o centro.


De M.Luísa Adães a 27 de Outubro de 2010 às 19:14
Esta é a Serra minha amada e da família de meu Pai.

Ficou para mim, a saudade de todos quantos a
visitavam e uma Tia (irmã de meu Pai) tinha casa
na Arrábida com o aval dos Duques de Palmela.

Quando do 25 de Abril teve de se retirar daquele
refugio, que foi de todos nós (parte do meu pai) e
ainda é da segunda geração.
Só eu na família escrevi um livro dedicado à
Serra, ao Mar e ao Vento.
Só eu escrevo!

Beijos e obrigada,

Mª. Luísa

Sou a única que escreve!


De poetaporkedeusker a 28 de Outubro de 2010 às 11:29
E a serra vai-te compensando por cantares as suas maravilhas, amiga! Decerto se te entrega muito mais do que a qualquer outro que a visite e a não sinta a correr-lhe nas veias!
Abraço grande!


De M.Luísa Adães a 28 de Outubro de 2010 às 14:34
Verdade, Ela me conhece de há longos anos.

E acredita em mim, eu sou verdadeira para Ela.

E eu tenho um lugar especial no "Coração da Serra".
Eu sei!

Obrigada pelas tuas palavras.

Beijos,

Mª. Luísa


De Simbologia do aMoR a 30 de Outubro de 2010 às 02:12
Oi Mª Luísa

É lindo poema dedicado a sua serra. Não tive oportunidade de conhecê-la quando estive em Portugal.
Da próxima vez quem sabe?
Só Deus sabe!

Abraço.

Ps Estou mantendo meu blog privado, mas enviei-te email convidando-a a fazer parte dos leitores. Só os que estão adicionados por mim, e, você faz parte dele.



De M.Luísa Adães a 30 de Outubro de 2010 às 08:01
Simbologia do amor

Agradeço tua presença na minha Arrábida.
Neste momento estou nos prémios e no google
e estou a levar os poemas da Arrábida, livro que se esgotou.
E como gosto da natureza pura e simples, resolvi levar seus versos, muito diferentes do que escrevo
agora, ao nosso Sapo.

Alguns amigos têm aparecido nos prémios e neste
prosa-poética.

Gostei de te encontrar. Dos prémios tentei ir ao
teu blogs, mas não poude entrar "tem perfil fechado"

Eu não recebi nenhum convite, nem nada a dar-me autorização de entrada.
Então não estranhes a minha ausência.

Beijos e obrigada,

Maria Luísa


De luadoceu a 31 de Outubro de 2010 às 15:15
amor
paz
saúde
bjinhos muito grandes amiga
esta de chuva,mas...estamos sempre quentinhos com o abraço da amizade
ate ja


De M.Luísa Adães a 31 de Outubro de 2010 às 16:11
Até já amiga,

a 5 de Dezº. vou para o Brasil, se Deus quizer.
Espero voltar passados dois meses.

Até lá vou escrevendo umas coisas boas, nos meus três blogs. Tu conheces!

Beijos para todos,

Maria Luísa



De luadoceu a 31 de Outubro de 2010 às 17:25
Enatoa desejo te desde ja boa viagem
E continua a escrever,que eu ca espero te,sempre que eu pude respoinder,tou aqui
Bjinhos....


De M.Luísa Adães a 31 de Outubro de 2010 às 21:29
luadoceu

Tu és estranjeira? Em que língua escreves?

Diz-me que eu vou aprender, mas assim é impossível ler.

Que se passa contigo amiga?

Beijos,

Maria Luísa


Comentar post

.mais sobre mim

.links

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.posts recentes

. ROUBO

. Beijos/ Novo Ano Feliz

. BEIJOS

. Cantei!

. Oferta

. 11 de Setembro

. Oferta/ Evanir

. Oferta, a Maria luísa Adã...

. Cortesia de : Poesias do ...

. Três Rosas

. Oferta/ Maria/ Espanha

. Facebook/ Foto: A World o...

. Oferta/ Las cumbres del O...

. Oferta

. Pablo Neruda

. Agradecimento

. Prelúdio

. Oferta/ Novembro de 2012

. Poema sem nome

. Prémio Dardos/ 2012

. Saudade

. Juventude

. Jogos Olimpicos

. Amo!

. Oferta : www.estoyatulad...

. Bertold Brecht

. Decepcion ...

. Das Trevas para a Luz

. Primavera

. O Tempo

.favorito

. Whitney Houston

. FOGO

. NOITE

. Meu Amigo

. SEDE

. VIDA

. NUA

. Nascer e Viver

. REALIZAR

. ROSA IMORTAL


Selo do prémio dardos Oferta:-http//tintasepinceis.blogs.sapo.pt



Familia Maldonado /Brasão