Sábado, 24 de Abril de 2010

SEDE

 

 Imagem Internet/ Salvador Dalí

 

 

A sede dentro de mim não morre!

 

Nu tu e o poema,

Nu tu e as palavras ardentes,

Nu tu e o desejo de ser crente,

Nu tu e o teu sentir

Desprovido,

Seduzido,

Na chamada

Loucura de quem sente.

 

Nuas as palavras ao vento

Penetrantes no sentir

De quem mente…

 

E se transformam no desejo

E nuvens de saudade

Por cima da verdade.

 

E sejas tu,

O vento e o poema

E estrelas eriçadas

Das horas lentas e caladas.

 

Pára nas pontes frágeis

Da poesia

E não contes mais!

 

Diz adeus

E não me procures,

Hoje e sempre.

 

Esta é a minha dor!

 

 Maria Luísa

 

publicado por M.Luísa Adães às 10:34
link do post | comentar | favorito
|
46 comentários:
De caminhopelasestradas a 24 de Abril de 2010 às 13:08
"A sede dento de ti não morre"

Sede de poesia,
sede de dizer,
sede de ser escutada
entendida, amada.

Eu te dou isso
que tu pedes
para que a sede
não seja o teu tormento
e te revejas e sacies
no muito que nos dás,
através do que escreves.

Quem não entende
não se atormente,
não venha!Não venha!

Ficam os que não são Nada
E simbolizam o Tudo!

lindo poema!

Caminhante


De M.Luísa Adães a 24 de Abril de 2010 às 13:12
Lindo o que dizes!

Tu és o Nada e simbolizas o Tudo!

Maria Luísa


De jabeiteslp a 24 de Abril de 2010 às 14:38

será a nostalgia da nossa idade
o debater interior
e incessante procura da felicidade

às vezes dizemos um não
mas seria um sim
do fundo do coração...

olá Luisa
já me perguntava
mas onde é que esta gente toda anda ?

no desejo de que tudo vá bem por aí
beijinhos



De M.Luísa Adães a 24 de Abril de 2010 às 15:04
Anjodaesquina

Obrigada por apareceres. Está tudo bem por aqui.

Fazes a mesma pergunta que eu faço.

Para onde foi toda esta gente? Abandonaram os blogs, o que se escreve e a finalidade do que se pretende e sumiram por aí fora?

Me parece que sim, já há algum tempo. Por essa razão voltei ao google. Mas não deixo o Sapo, pois
gosto do meu blogs de fundo branco, escrito a vermelho e imagens de Salvador Dalí como adoro.

Mas sinto a falta de muitos, mas muitos amigos e não sei que se passa.
Talvez seja uma mudança a passar, dentro de pouco tempo. Vamos aguardar e nos amparemos uns aos outros.
Entretando o google está aberto e interessado em quem escreve.

Será nostalgia nossa ou realidade?
Me inclino para uma realidade que acompanhou as mudanças que por aqui aconteceram.

Obrigada pela tua presença e tuas palavras.

Beijos,

Maria Luísa


De jabeiteslp a 24 de Abril de 2010 às 15:22

deve ser da primavera
como a passarada ao sair do ninho...
brinco

beijinhos e feliz tarde


De M.Luísa Adães a 24 de Abril de 2010 às 18:16
Anjo


Talvez tenhas razão...
Está a coincidir com a
Primavera que traz muitas surpresas.

E isto, tem sido uma grande surpresa!

Bº. Mª. Luísa


De jabeiteslp a 24 de Abril de 2010 às 18:12

tou de partida para as tunas
bjocas


De M.Luísa Adães a 24 de Abril de 2010 às 18:17
Anjo

Diverte-te, mas não percas as asas!

Bº. Mª. Luísa


De manu a 24 de Abril de 2010 às 15:49
Olá Maria Luisa! Vim para marcar presença após prolongada ausência. Ainda estou em fase de recuperação mas aos poucos vou retornando às actividades "blogueiras". Beijos


De M.Luísa Adães a 24 de Abril de 2010 às 18:21
Manu

Obrigada por vires marcar tua presença.

Que te aconteceu? Estás em fase de recuperação...

Alguma coisa se passou, mas eu não sei de nada!

Mas seja o que for já te deu a possibilidade de voltar.

Adorei encontrar-te e até à próxima, muito próxima

Beijos da amiga,

Maria Luísa



De ♥ Flor Cintilante ♥ a 24 de Abril de 2010 às 21:20
O poeta quando escreve,
escreve nu de preconceitos,
nu para quem nos saiba, queira e goste de ler.

Um poema nu carregado de sentimentos.

Beijinho cintilante amiga.

Bom fim de semana


De M.Luísa Adães a 25 de Abril de 2010 às 08:27
Flor

Graças por te encontrar! Muiro boa tua presença.

Teu comments é lindo e glorifica o " nu carregado de
sentimentos".Adorei encontrar-te!

Beijo da amiga, para ti e Free.

Maria Luísa

p.s. tenho nos prémios , uma vela acesa com
caracteres hebraicos, pertence ao holocausto
(museu) na Dinamarca, está no post da Última Ceia
de Dalí, se a quiseres, leva-a para ti.
Eu a acho muito bela!E ilumina tudo à nossa volta.


De ♥ Flor Cintilante ♥ a 25 de Abril de 2010 às 10:55
Bom dia amiga,
obrigado pla oferta da vela,
já peguei e coloquei acesa tb nos meus presentes e miminhos da Flor, se quizeres podes ver o slideshow ela está lá.

Beijinho cintilanre*** ( da Flor & Free)

Bom Domingo


De M.Luísa Adães a 25 de Abril de 2010 às 18:55
Flor

De nada minha amiga. A ofereci apenas a ti e ao Free.

Para iluminar sempre e sempre, o vosso caminho!

Com amizade e carinho,

Maria Luísa


De ♥ Flor Cintilante ♥ a 25 de Abril de 2010 às 20:34
MªLuisa

comoves-me com as tuas palavras,
logo agora que me encontro tão sensivel,
recebemos e agradecemos com todo o carinho do mundo, desculpa apenas se ando ( andamos) ausente/s , mas ainda não me encontro fortalecida o suficiente para voltar a 100%, mas o dia chegará amiga,

beijinho cintilante com mto carinho


De M.Luísa Adães a 26 de Abril de 2010 às 10:23
Flor

Tem calma e acredita, a vida dá uma volta lenta, mas muda...


Não tão rápido, como desejamos, mas muda e para
melhor, os Milagres existem, dentro de cada um de nós. Nós e a Vida, somos o maior Milagre de Deus!

A Vela está acesa, iluminando os lugares sem Luz e mostrando o caminho, ao caminhante cansado, mas
com a força da Esperanca!

Beijos para os dois e volta sempre.

Maria Luísa


De Cícero a 26 de Abril de 2010 às 10:29
gosto do que escreves,

"Pára nas fontes frágeis
Da poesia
E não contes mais."

" Diz Adeus
E não me procures,
Hoje e sempre..."

linda, expressiva, bela, forte e de coragem, isto
e tudo que dizes.

Mas te peço, volta sempre à Poesia!

Cícero


De M.Luísa Adães a 26 de Abril de 2010 às 10:32

Apesar de toda a diferença que se me depara e
enquanto Deus o mandar - eu volto sempre à Poesia

Maria Luísa


De jabeiteslp a 26 de Abril de 2010 às 15:36
e cá está
como disseste
que não tinhas visto algo assim

http://videos.sapo.pt/UoLhBj8BeupRQLIS48DH

não está assim como gostava
mas
o entusiasmo de uma noite
que ao ouvir alguem declamar
Luisa Luisa me fez pensar...

feliz semana
beijinhos


De M.Luísa Adães a 26 de Abril de 2010 às 16:19
Anjo

Já chegaste, noite em claro com tanta alegria.

Bom seria que a alegria da noite e do dia, se prolongassem por uma vida inteira.
Não uma vida curta, mas prolongada e feliz.

linda lembrança tu tiveste, ao te lembrares de mim.

Bom amigo, lindo amigo!

obrigada, um beijo,

Maria Luísa


De jabeiteslp a 26 de Abril de 2010 às 16:21

beijinhos


De M.Luísa Adães a 26 de Abril de 2010 às 16:57
Anjo

Obrigada pelas flores!

Já sentia saudades tuas!

beijo,

Mª. Luísa


De poetaporkedeusker a 26 de Abril de 2010 às 16:51
Estou mesmo sem tempo, Maria Luísa, mas vim "provar" a tua Sede. A tua poesia tem sempre um estilo próprio. Olha que isto é uma coisa que eu não digo a todos! Casa-se na perfeição com o surrealismo de Dali com que sempre enfeitas os teus poemas. Lindo!
Um grande abraço!


De M.Luísa Adães a 26 de Abril de 2010 às 17:03
Mª. João

Obrigada pela sinceridade. Essa do "estilo próprio"
me deixou feliz - tenho muitas pessoas que a
acham dificil de entender.
Talvez esta forma de dizer que eu também considero boa e surrealista, a meu modo, não interessa muito, me parece.
Mas que fazer? Aceitar e continuar - não posso mudar a forma de vêr e sentir.

Mas se tu gostas - ela é mesmo boa!

beijos,

Maria luísa


De cuidandodemim a 27 de Abril de 2010 às 13:15
O poeta tem sede de muita coisa, mas a sua sede é um pouco saciada por quem o lê. E há sempre quem o leia.
Bjns


De M.Luísa Adães a 27 de Abril de 2010 às 15:33
Cuidandodemim

Essa é a verdade!

O poeta tem sede de muita coisa, mas sempre encontra alguém que o lê e o entende e isso para
ele, é o suficiente.

Obrigada e felicidades,

maria Luísa


De Sophia a 27 de Abril de 2010 às 14:10
Minha querida agora fiquei preocupada!

Infelizmente o meu trabalho intensificou-se neste ultimo mês (nada que não estaja já habituada), trabalho no ramo da Hotelaria no Algarve portanto dá para ter uma ideia...

Não tenho o tempo que gostaria para visitar os blogs amigos, é verdade! No entanto nunca me squeço nem desvalorizo ninguém!
Um desabafo é sempre bem vindo e um apoio tambem será sempre retribuido!

Mais ou menos presente eu estarei sempre aqui...

Bjinhus


De M.Luísa Adães a 27 de Abril de 2010 às 15:27
Sophia

Não te preocupes. Eu entendo o teu trabalho e a tua vida.

Não estive a desabafar, mas a contar uma verdade, não muito fácil de entender - eu sei!

Não é necessário me visitares, apenas quando for
possível. Não ando a mendigar a atenção de quem tem mais que fazer.

Escrevo poemas e sei que são bons, aí eu peço a atenção de quem os pode ler.
Se não pode, não interessa, nada há a dizer!
Aceitar sem esforço o mundo e nada mais.

Agradeço tua presença e teu tempo, mas não te preocupes ,eu escrevo, gosto de o fazer e o que digo pode ser metade ficção, metade verdade.

Quem me pode ler Lê e eu fico grata, se não pode,
também fico agradecida.
Obrigada pelo teu cuidado. Mas está tudo bem!

Maria Luísa


De Druída a 27 de Abril de 2010 às 15:45
Como sacerdote eu venho.
Escrever poemas é um sacerdócio, nem sempre entendido.
Mas o poeta deve continuar a escrever para alguém como eu, ou para ele! Sempre!
Interessa mais a qualidade de quem o lê, do que a
quantidade de quem o lê.
Estamos a entrar nesse caminho e temos de aceitar!
Não custa aceitar, basta entender o aceitar e as razões, desse aceitar.

O teu poema é único, deixa-me dizer assim,
mas é difícil de entender, não para mim, nem para ti
nem para muitos - mas para uma grande maioria -
SIM!

Mas te dou o meu apoio! Continua enquanto puderes
e sê como és - é este o "teu destino".

Druída


De M.Luísa Adães a 27 de Abril de 2010 às 15:54
lindas suas palavras e vêm ao encontro do que sinto.

Entendo o que pretende dizer-me e agradeço!

Maria luísa


Comentar post

.mais sobre mim

.links

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.posts recentes

. ROUBO

. Beijos/ Novo Ano Feliz

. BEIJOS

. Cantei!

. Oferta

. 11 de Setembro

. Oferta/ Evanir

. Oferta, a Maria luísa Adã...

. Cortesia de : Poesias do ...

. Três Rosas

. Oferta/ Maria/ Espanha

. Facebook/ Foto: A World o...

. Oferta/ Las cumbres del O...

. Oferta

. Pablo Neruda

. Agradecimento

. Prelúdio

. Oferta/ Novembro de 2012

. Poema sem nome

. Prémio Dardos/ 2012

. Saudade

. Juventude

. Jogos Olimpicos

. Amo!

. Oferta : www.estoyatulad...

. Bertold Brecht

. Decepcion ...

. Das Trevas para a Luz

. Primavera

. O Tempo

.favorito

. Whitney Houston

. FOGO

. NOITE

. Meu Amigo

. SEDE

. VIDA

. NUA

. Nascer e Viver

. REALIZAR

. ROSA IMORTAL


Selo do prémio dardos Oferta:-http//tintasepinceis.blogs.sapo.pt



Familia Maldonado /Brasão