Sábado, 20 de Março de 2010

REALIZAR

 

 

 

 Imagem Internet / Salvador Dalí

 

 

Há um sonho a realizar
Há um tormento a esquecer,
Flores a nascer
Gente a morrer.
 
Há uma noite insensata
Há um luar de prata
Maldade de quem mata,
Há quem morra por amar…
 
Há a tua voz sem coragem
Há o amor em vantagem,
A subtileza da fluidez humana
A água que cai e te chama.
 
Há os espelhos da nossa Casa
Há os espelhos do Salão,
Igualmente plácidos
Divinamente exactos.
 
Há a dor daquele que não sai
E do outro que não tem casa
E prolonga na vida,
Um sonho mudo e fortuito.
 
Oh, quanto me pesa,
Minha memória passada
Minha memória presente
Minha memória ausente.
 
Há um sonho a realizar
Há uma insensatez a esquecer,
Flores a nascer
Gente a morrer.
 
Há um verso a caminhar
No Universo,
A tentar um ramo aberto
Para adormecer
Na linha recta,
O olhar na linha curva.
 
Há um sonho a realizar
E és tu, meu amor!
 
 
Maria Luísa O. M. Adães
 
publicado por M.Luísa Adães às 10:41
link do post | comentar | favorito
|
30 comentários:
De Sophia a 20 de Março de 2010 às 11:16
Sonhar e Realizar acho que é das coisas mais dificeis que a vida nos proporciona! Sonhar põe-nos à prova, testando os nosso limites e força de vontade para realizar aquilo com que por vezes nos limitamos a sonhar!

Lindo o poema!
O meu sonho eu já realizei, encontrei agora outros sonhos virão para completar quem sou!

Bjinhu



De M.Luísa Adães a 20 de Março de 2010 às 11:59
Sophia

Mesmo o poema é difícil de entender.

Repleto de metáforas, transformadas em sonhos e realidades. E acaba por ser a minha "Verdade".

Esta eu sou!...

Obrigada pelo teu carinho, assiduidade e entendimento do que pretendo dizer - e digo!

Com amizade, agradeço,

Maria Luísa


De M.Luísa Adães a 23 de Março de 2010 às 11:37
Teste de verificacao de cometarios


De cupido a 20 de Março de 2010 às 12:05
"Oh, quanto me pesa,
Minha memória passada
Minha memória preseste
Minha memória ausente."

"Há uma insensatez a esquecer..."

Lindos os teu versos! Cada um é o melhor e nos
enganamos, nesse escolher e nesse dizer.

Parabéns!



De M.Luísa Adães a 20 de Março de 2010 às 14:43
Cupido

Com tuas setas, me paralisaste no caminho, para te ler.


"Memórias passadas
Memórias presentes
Memórias ausentes"...

Obrigada por tua sensibilidade, no entender e no escrever.

Maria luísa


De MIGUXA a 20 de Março de 2010 às 14:00
Maria Lusa,

Tanto que a vida nos dá e tanto a vida nos recusa...
Mas o sonho é todo nosso, construído com pormenor doce na nossa mente, bem guardado no nosso coração e, esse há que levá-lo até ao fim...

Adorei, querida amiga!
Beijos ternos
Margarida


De M.Luísa Adães a 20 de Março de 2010 às 14:38
Miguxa

Tu adoraste meu poema, eu adorei a forma como

o disseste.

Me congratulo por te encontrar a cada instante.

E os sonhos são para levar até Final de nossas vidas,
até Final de nossa escrita, neste Mundo Virtual.

Obrigada, poetisa amiga.

Maria Luísa


De jabeiteslp a 20 de Março de 2010 às 14:25

e olhamos o mundo que por primavera
desespera...

gosto destes teus versos...

beijinhos


De M.Luísa Adães a 20 de Março de 2010 às 14:33
anjodaesquina

Gostei de te encontrar nestes versos, feitos de
verdades, de ficção, de simbolismos e neo-realismos.
"Há a dor do outro que não sai
Do outro que não tem casa"...

E tantos sonhos a realizar!

obrigada por gostares, meu poeta amigo.

Maria luísa


De jabeiteslp a 20 de Março de 2010 às 14:57

feliz tarde pra ti

beijinhos


De M.Luísa Adães a 20 de Março de 2010 às 16:04
Anjo

Para ti também. Obrigada pelas flores!

Beijo da amiga,

Mª. Luísa


De caminhopelasestradas a 20 de Março de 2010 às 16:11
Há sempre um sonho a realizar - realizam-se outros,
mas fica um a realizar.

Há uma insensatez a esquecer - tantas se fazem e
esquecem, mas há sempre uma que custa a esquecer e por vezes, não esquece.

Há sempre flores a nascer...

Há sempre gente a morrer...

Adorei demais teus versos!

caminhante


De M.Luísa Adães a 21 de Março de 2010 às 10:03
Caminhava de manhã, a estrada estava vazia de gente, de carros correndo, só eu caminhava...

E te encontriei no meio do silêncio e do abandono
dessa estrada, onde me encontrava.

Me fizeste companhia e falaste de meus versos.

Só isso chegava!

obrigada por te encontrar.

Maria Luísa



De maripossa a 21 de Março de 2010 às 19:54
Maria Luísa. Nem sempre os sonhos são realizáveis , mas somos como um barco à deriva pelo mar ao encontro da maré vaza e do amor. Mas o devemos fazer sempre com esperança de um dia, eles serem a nossa âncora.
Beijinho bs e melhoras para ti Lisa


De M.Luísa Adães a 22 de Março de 2010 às 09:10
Lisa

Realizamos vários sonhos - também há, em grande número quem não reallize qualquer espécie de sonho.
Mas nós procuramos realizar e realizamos, mas há sempre um sonho, ou mais do que um que não se realiza.
Resta a "Esperança", em dias melhores.

Beijos e obrigada,

Mª. Luísa


De Anónimo a 22 de Março de 2010 às 09:19
Comentário apagado.


De M.Luísa Adães a 23 de Março de 2010 às 17:12
poetaporkdeusker

deixou comentário ao poema"Realizar". Não entrou no blogs,
depois da transformação feita pelo sapo.

Agradeço Mª. João


De M.Luísa Adães a 23 de Março de 2010 às 17:15
Sapo ajuda deixou comentário de teste.

Não entrou, depois da transformação feita pela equipa do Sapo.

Mª. Luísa


De M.Luísa Adães a 23 de Março de 2010 às 17:18
Caminhante

Deixou comentário ao poema "Realizar".

Não entrou, depois da modificação feita pela equipa do sapo.

Agradeço,

M. L.


Comentar post

.mais sobre mim

.links

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.posts recentes

. ROUBO

. Beijos/ Novo Ano Feliz

. BEIJOS

. Cantei!

. Oferta

. 11 de Setembro

. Oferta/ Evanir

. Oferta, a Maria luísa Adã...

. Cortesia de : Poesias do ...

. Três Rosas

. Oferta/ Maria/ Espanha

. Facebook/ Foto: A World o...

. Oferta/ Las cumbres del O...

. Oferta

. Pablo Neruda

. Agradecimento

. Prelúdio

. Oferta/ Novembro de 2012

. Poema sem nome

. Prémio Dardos/ 2012

. Saudade

. Juventude

. Jogos Olimpicos

. Amo!

. Oferta : www.estoyatulad...

. Bertold Brecht

. Decepcion ...

. Das Trevas para a Luz

. Primavera

. O Tempo

.favorito

. Whitney Houston

. FOGO

. NOITE

. Meu Amigo

. SEDE

. VIDA

. NUA

. Nascer e Viver

. REALIZAR

. ROSA IMORTAL


Selo do prémio dardos Oferta:-http//tintasepinceis.blogs.sapo.pt



Familia Maldonado /Brasão