Quinta-feira, 17 de Dezembro de 2009

SER POETA

 

 

 Imagem Internet/ Salvador Dali

 

 

 Ser poeta,
 
É subir
Planar
Voar
Esquecer
Lembrar.
 
Ser poeta,
 
É acolher todos
Quantos amam
Sua poesia
E agradecer.
 
Ser poeta,
 
É um dom adquirido
Quando nasce
E a leva consigo
Quando morre.
 
Ser poeta,
 
É voar às Estrelas
Trazer uma delas
E com ela,
Abrilhantar o mundo
E dar amizade
Utopia, amor
Magia, esplendor
Alegria
E tristeza também.
 
Ser poeta,
 
É ser árvore,
É ser estrada,
É ser sonho,
É ser Tudo,
É ser Nada.
 
Ser poeta,
 
É ser amor,
É subir escadas.
É cantar aos deserdados
Aos abandonados,
 
É ser esquecido
Vilipendiado
Espezinhado,
Mal entendido.
 
Ser poeta,
 
É ser humilde,
É ser mais Alto
É dar os sonhos
Que volteiam
À sua volta.
 
E aguardar
Que Deus o mande
Ajoelhar um dia…
 
Para o abençoar.
 
Ser poeta,
É ser o Tudo
E o Nada.
 
E não saber
Não lembrar,
Sonhar e esquecer
O sonho,
 
Somos todos de Cristal ao Vento!...
 
 
 Maria Luísa O. M. Adães
 
 17 Dezembro de 09
publicado por M.Luísa Adães às 09:55
link do post | comentar | favorito
|
79 comentários:
De noitesemfim a 17 de Dezembro de 2009 às 11:34
Minha cara amiga ser poeta é ter este teu dom de dar sentido a palavras. Fazes com que elas te saiam pelo coração e consegues transmitir essa sensação.

João


De M.Luísa Adães a 17 de Dezembro de 2009 às 12:37
Ólá amigo

Desculpa não te ter visitado, mas estou doente.

Não posso deixar de agradecer a tua presença e as tuas belas palavras, ao meu dizer. Não posso estar muito tempo no pc, por isso, não estou a visitar meus amigos. Desculpa-me!

Obrigada por escreveres. Tinha saudades tuas!

beijos da amiga,

Mª. Luísa


De cuidandodemim a 17 de Dezembro de 2009 às 13:10
Este seu poema tocou-me especialmente, porque ser poeta não é para qualquer um... Muitos escrevem, mas poucos são os que sentem verdadeiramente as coisas. O poeta é aquele que sente com a alma, não olha apenas, vê. Não descreve apenas, transmite sentimentos. E obrigada por fazer tudo isso.
Bjns


De M.Luísa Adães a 17 de Dezembro de 2009 às 15:20
cuidandodemim

Me comoveste com essa forma de dizer. Minhas
lágrimas saltaram. É isso mesmo!

"Sentir com a alma e transmitir sentimentos"...

É isso que procurei fazer, ao longo do Ano que está
a acabar!

Natal Feliz,

Maria Luísa



De poetaporkedeusker a 17 de Dezembro de 2009 às 14:17
Ser poeta é ter na alma o fruto incerto
Florindo em "amanhãs" por inventar,
Ter, cá por dentro, raios de luar
Apontados ao seio de um deserto...

Ser poeta é ser cor dentro da cor
E espalhar essa cor por toda a mundo,
É este ir bem mais longe, olhar mais fundo
E, em última instância, é ser Amor!

Ser assim, breve e eterno, de passagem
E deixar, no seu rasto , as mil sementes
Da luz da sua cauda de cometa

E extasiando a Vida à sua imagem,
Eternizar em versos transcendentes
A estranha condição de ser Poeta!


Um grande abraço para ti, por me teres inspirado, com o teu poema, mais um soneto que te deixo como prenda de Natal.

FELIZ NATAL!



De M.Luísa Adães a 17 de Dezembro de 2009 às 15:10
Tua Homenagem ao meu poema, "Ser Poeta", ficou

no meu blogs, junto aos meus versos,
Neo-simbolistas.

Com amizade, agradeço.


Maria Luísa


De a 17 de Dezembro de 2009 às 15:52
Mª Luisa, Mª João,
Eu juro que ia comentar, escrever algo com sentido. Mas palavra que não consigo. Vocês, poetas brilhantes, têm o dom de nos deixar sem palavras.
Por isso digo que adorei. O teu poema Mª Luísa, sublime, e em resposta o soneto da João.
Parabéns Luísa, tu mereces.
Fica bem amiga.
Beijinhos


De M.Luísa Adães a 19 de Dezembro de 2009 às 09:08


Adorei o encontro. Há sempre tanta coisa que fica por dizer, mas fica sempre, o perfume da presença.

Obrigada e Feliz Natal

Mª. Luísa


De MIGUXA a 17 de Dezembro de 2009 às 16:54
Maria Luísa,

"SER POETA"

Lindo, como todos os teus poemas..
faz-nos sentir que é a beleza da palavra que nos leva a sorrir...

Beijos amiga
As tuas melhoras
Margarida


De M.Luísa Adães a 19 de Dezembro de 2009 às 09:11
Sim´, me parece que a beleza da Palavra nos faz sorrir e entender os outros, através de nós.
Adorei o encontro. Nunca me senti tão só no mundo
virtual.

Beijos a felez Natal.

Mª. Luísa


De MIGUXA a 20 de Dezembro de 2009 às 16:37
Maria Luísa,

Não estás só... estou sempre aqui

Beijos ternos
Margarida


De M.Luísa Adães a 22 de Dezembro de 2009 às 09:11
Miguxa

Agradeço tua companhia
Ao longo de um ano a acabar!

Possam acabar as guerras,
O desânimo e a incerteza,
O pranto do abandono.

Possa a Luz chegar,
Aos recantos escondidos
Da nossa Terra.

Possa o poeta ajoelhar,
Pedir a Presença de Deus
Como ele sabe fazer
E Deus responder
E abençoar,
Num simples olhar
Os deserdados
Deste Mundo.

Grata estou, pela tua companhia e amizade.

Um Bom Natal e Um Novo Ano muito feliz!

Beijos e obrigada

Maria Luísa



De ♥ Flor Cintilante ♥ a 17 de Dezembro de 2009 às 18:12

Image
Feliz Natal -Beijinho cintilante***



De M.Luísa Adães a 19 de Dezembro de 2009 às 09:13
Flor

Obrigada pelo miminho e a tua presença.

Feliz Natal!

Beijo,

Mª. Luísa


De 100timento a 17 de Dezembro de 2009 às 18:54
M.Luisa, ser poeta é escrever
Letras em forma de arte,
Sobra a parte de outra parte.
Outra parte é ninguém,
outra parte linguagem,
Uma parte pesa e pondera,
outra parte delira,
Uma parte grita e canta,
a outra parte se espanta
Uma parte é permanente,
outra parte aparece de repente.
Uma parte é só vertigem.
Outras partes se convergem em ...
uma parte de cada vez.

E assim nasce o poeta,
Composto de muitas partes...
e se reparte.

Beijinho e as melhoras amiga


De M.Luísa Adães a 19 de Dezembro de 2009 às 09:15
100timento

Agradeço teus versos, sempre oportunos e belos.

Não te esqueci e vim, uma vez mais, ao teu encontro.
Obrigada por tua presença e teu dizer impregnado
da sensibilidade do teu ser "Poeta".

beijo,

M. Luísa


De Mary Brown a 17 de Dezembro de 2009 às 19:26
Ser poeta é mesmo ter um dom, que eu não tenho, mas que a ti não te falta. Beijinhos


De M.Luísa Adães a 19 de Dezembro de 2009 às 09:17
MaryBrown

Agradeço tuas palavras e tua presença, neste poema
de despedida ao ano de 2009.

Feliz Natal e obrigada,

Mª. Luísa



De maripossa a 17 de Dezembro de 2009 às 21:49
Maria Luís. Que bem transmites aqui o que é ser poeta.

Ser poeta é ser o vento.
Ser as folhas caídas por terra
Subir a serra,ao encontro da paz.
Ser poeta é escrever na palma da mão
quando o papel falha nas horas
É deixar cair a lágrima da saudade
Sentir o vazio das vozes e dos sentidos
Ter a magia da música e dos sons....

E tanta coisa para ti. Aqui e agora.

Beijinho de amizade Lisa


De M.Luísa Adães a 19 de Dezembro de 2009 às 09:21
Maripossa

Sempre atenta ao meu canto de poesia, sempte tão

a meu jeito.

Arranjei umas melhoras para poder responder.
Possa Deus ajudar-nos!

Obrigada pelas tuas palavras, ao meu poema de despedida, no ano a passar veloz.
Até ao n/ encontro.
Beijo,

M. Luisa


De maripossa a 21 de Dezembro de 2009 às 22:36
Maria Luísa. Espero que estejas melhor, sabes que me encontrarei sempre por aqui, e terei uma palavras para ti, em poesia talvez, mas se não o for, será de amizade de certeza.
Feliz Natal em Paz Amor Fraternidade junto dos teus.
Beijinhos Lisa


De M.Luísa Adães a 22 de Dezembro de 2009 às 08:27
Lisa
Linda senhora e amiga

Adorei encontrar-te, neste final de ano no meu poema em que englobo todos os poetas e dou a mão aos que gostam de poesia.
Assim, não a deixamos morrer!

Ainda não tenho o resultadoo do rx e tenho passado mal. Mas não quero deixar de responder aos amigos,
como tu que me têm acompanhado.
Desejo para ti, Natal Feliz com todos a quem amas
e Um Novo Ano repleto de amor e onde entra o amor , chega a felicidade e a harmonia.

Obrigada pelo teu cuidado, minha simpática amiga.
Bem Hajas!

Beijos,

Maria Luísa


De manu a 17 de Dezembro de 2009 às 23:26
Olá Maria Luisa!

Ser poeta é ser tudo e ser nada
é ser universal e individualidade
é também ser mente inconformada
transformar fantasia em realidade

Ser poeta é ser tanto e tão pouco
ser bem menos e ser muito mais
poeta é ser saudavelmente louco
e não se diferenciar dos demais

Ser poeta pode significar tanta coisa... e cada poeta explica da sua forma. Gostei de tal forma deste poema que vou adicioná-lo aos meu favoritos. Ainda para mais com um dos belos sonetos da nossa amiga Maria João. Beijos


De M.Luísa Adães a 19 de Dezembro de 2009 às 09:23
Manu

Obrigada pela honra de o levares aos teus "favoritos". Não podia deixar de agradecer.
Encontrei um pouco de força para os amigos (as).

Bela a tua forma de dizer!

Natal Feliz

Mª. Luisa


Comentar post

.mais sobre mim

.links

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.posts recentes

. ROUBO

. Beijos/ Novo Ano Feliz

. BEIJOS

. Cantei!

. Oferta

. 11 de Setembro

. Oferta/ Evanir

. Oferta, a Maria luísa Adã...

. Cortesia de : Poesias do ...

. Três Rosas

. Oferta/ Maria/ Espanha

. Facebook/ Foto: A World o...

. Oferta/ Las cumbres del O...

. Oferta

. Pablo Neruda

. Agradecimento

. Prelúdio

. Oferta/ Novembro de 2012

. Poema sem nome

. Prémio Dardos/ 2012

. Saudade

. Juventude

. Jogos Olimpicos

. Amo!

. Oferta : www.estoyatulad...

. Bertold Brecht

. Decepcion ...

. Das Trevas para a Luz

. Primavera

. O Tempo

.favorito

. Whitney Houston

. FOGO

. NOITE

. Meu Amigo

. SEDE

. VIDA

. NUA

. Nascer e Viver

. REALIZAR

. ROSA IMORTAL


Selo do prémio dardos Oferta:-http//tintasepinceis.blogs.sapo.pt



Familia Maldonado /Brasão