Terça-feira, 7 de Abril de 2009

HÁ TUDO!

 

 Imagem Internet / Salvador Dali/ Paixão de Cristo

   

Há tudo,
Nada vou dizer
Nada há nada a saber!
 
Mas há tudo a sentir!
 
Apenas sentir,
Melhor do que dizer
Dizer não me pertence,
Está-me interdito
O dizer…
 
Apenas escrevo,
Coisas simuladas
Escondidas,
Dispersas,
Não dão para entender!
 
Assim eu vivo,
Entre a verdade e a ficção
Numa forma de dizer
Que não é minha!
 
Me foi imposta
Por alguém
Há muito tempo
E eu não sei quem.
 
- Foste tu?
 Que olhas para mim
   De olhar fugidio e cúmplice
- Foste tu?
 
Lá ao fundo, a plataforma
Onde todos vão passar,
Brilha com fulgor Diamantino.
 
Porquê lutar?
A plataforma flutua
Esperando
Uma vez mais…
Ou a culpa foi minha
Por te ter aceitado,
Amado e acreditado em ti?
 
Que instante de loucura
Mas quem sabia?
Ninguém sabia,
Nem eu sabia!
 
Este, aquele e o outro
Para lá caminham,
Oscilando,
Tremendo,
Gemendo,
Mas descem
Como todos os outros.
 
Há tudo a oscilar
Há tudo a sentir
Há tudo!
 
A barreira afunda,
Vem ao cimo,
Flutua
E me puxa
E eu olho
E vejo tudo,
Não falta nada!
 
Mas te peço,
Não venhas comigo
Meu amor,
Não te percas
Neste caminho de dor,
Não quero que aconteça
Contigo!
 
Há tudo!
Não há nada a dizer,
Não há nada a saber.
 
Não venhas,
Não me sigas,
Esquece-me
E vive,
A tua Vida!
 
Um dia,
Talvez te conte
E tu entendas.
 
Um dia,
Quando eu entender!...

 

 Maria Luísa Adães

 

 

publicado por M.Luísa Adães às 14:47
link do post | comentar | favorito
|
100 comentários:
De picarota a 7 de Abril de 2009 às 16:23
_??___??
_??___??_________????
_??___??_______??___????
_??__??_______?___??___??
__??__?______?__??__???__??
___??__?____?__??_____??__?_____
____??_??__??_??________??
____??___??__??
___?___________?
__?_____________?
_?____?_____?____?
_?____/___@__\\___?
_?____\\__/?\\__/___?
___?_____W_____?
_____??_____??
_______?????
Um abraço com votos de uma Santa Páscoa.Beijinhos
Um dia quem sabe possamos entender o que escrevemos e então dizemos...


De M.Luísa Adães a 7 de Abril de 2009 às 17:26
Picarota

Santa Páscoa para ti.

Um dia, quando eu entender, eu falo sobre este poema inigmático, mas meu!

Beijos e obrigada,

Maria Luísa


De picarota a 8 de Abril de 2009 às 16:32
Oi Maria Luísa sei que o poema é seu não disse o contrário.Também quando escrevo muitas vezes não entendo o que escrevi e como senti, foi isso que quiz dizer.Uma Santa Páscoa


De M.Luísa Adães a 8 de Abril de 2009 às 17:34
picarota

Houve má interpretação: eu sabia que Picarota sabia que o poema é meu, não tive dúvidas nesse sentido, só que escrevi como se estivésse ao pé de mim e ficou no ar, é certo, "o poema é meu" -
parecia que duvidava, mas eu é que me expressei
mal - não havia dúvidas ,da sua parte, nem da minha.
Eu entendi o que disse e muito bem!
O que esteve errado foi ficar no ar essa expressão minha que até nem tem cabimento.
A culpa foi da forma como eu escrevi. Peço desculpa!

Feliz Páscoa,

Maria Luísa


De Fisga a 7 de Abril de 2009 às 17:28
Um dia talvez te conte e tu entendas. É muito importante saber ler nas entrelinhas, onde a tinta é transparente, onde há o que quiseste dizer. Olha cara amiga. Até mesmo doente, a tua fértil imaginação e criatividade, não te faltou. Este poema. HÁ TUDO. É Muito lindo e tem uma mensagem muito rica. Parabéns. E espero que estejas melhor, da malvada gripe. Beijinhos, e parabéns mais uma vez. Eduardo.


De M.Luísa Adães a 7 de Abril de 2009 às 17:41
Eduardo

Sim, a mensagem é rica e tem de ser entendida.
Tu entendes!
Obrigada por teres vindo.

beijos,

Maria Luísa


De Fisga a 7 de Abril de 2009 às 20:08
Amiga. A mensagem é rica, e muito bela, mas há sempre alguém que entende de forma diferente, e tu não te podes aborrecer por isso, porque é a perspectiva de cada pessoa, que está em causa. Beijinho e melhoras Eduardo.


De M.Luísa Adães a 7 de Abril de 2009 às 20:47
Eduardo
Eu amo o poema, sde alguém não gostar magoa-me!
Mas até agora, estamos em princípio, todos estão a adorar!

Obrigada pelo conselho.

Páscoa Feliz para ti e os teus.

Beijo,

Maria luísa


De Fisga a 7 de Abril de 2009 às 20:50
Amiga. Há que ter calma, e acima de tudo esperança. Desejo-te também uma boa Páscoa dentro do humanamente possível. Beijo Eduardo.


De M.Luísa Adães a 7 de Abril de 2009 às 21:08
Eduardo

Obrigada, meu amigo; Boa Páscoa para ti e Familia.
Eu tenho esperança e tu tens ajudado!

Com ternura,

Maria Luísa


De Fisga a 7 de Abril de 2009 às 21:12
Os amigos virtuais que me estimam, são como amigos reais, muito próximos. e preocupam-me como tal. Melhoras, amiga dorme bem. Beijinhos Eduardo.


De M.Luísa Adães a 7 de Abril de 2009 às 21:21
Eduardo

Para mim, tal como para ti , os Amigos Virtuais
são como amigos reais.

Beijo grande,

Maria Luísa


De Fisga a 8 de Abril de 2009 às 12:23
Olá amiga M. Luísa. Ninguém tenha dúvidas que assim é, os meus amigos virtuais têm uma diferença dos reais, é que não aperto a mão deles na minha e nem encosto a minha cara à deles. é a única diferença que há. Mas como diz o ditado cada cabeça sua sentença e nem todos somos iguais. Olha amiguinha desejo as tuas melhoras e desejo-te também uma muito boa Páscoa. cheia de coisas doces tais como : Saúde, Paz e muito Amor. beijinhos Eduardo.


De M.Luísa Adães a 8 de Abril de 2009 às 12:43
Eduardo

O que escreves acerca dos amigos reais e virtuais
está correcto.
mas no fundo, bem no fundo que importa? Apenas a
parte Espiritual, nestes encontros - conta... O resto é secundário. Mas descreves bem a diferença!

Páscoa feliz com saúde .

Eu estou muito melhor!
Obrigada pelo cuidado.

Beijos,

Maria Luísa

Beijos


De Fisga a 8 de Abril de 2009 às 16:07
Olá amiga Luísa Obrigado, pois imagino, para ficares melhor bastou a notícia boa que recebeste. Agora depois de te desejar uma Páscoa possível, vou desejar-te uma muito boa Páscoa com muitas coisas doces, tais como: Saúde, Paz e Amor, porque sem amor a vida vale pouco ou nada. Beijinhos Eduardo.


De Fisga a 8 de Abril de 2009 às 16:03
Olá amiga Luísa, Sabes amiga? nós temos muitas coisas em comum, ao nível dos sentimentos, felizmente que são coisas boas. beijinhos Eduardo.


De M.Luísa Adães a 8 de Abril de 2009 às 17:47
Eduardo

Santa Páscoa para ti e os teus; eu agradeço os dois comentários, se não te importas. Vou ficar em casa pois tenho ordens do médico de não saír, por uma semana. Estou prisioneira da minha infecção bronquica e continuo muito rouca, mas o pior passou.

Temos, na verdade, muitas afinidades a nível de sentimentos - é real e formas de ver algumas coisas, muito em comum. Ainda bem que somos
boas pessoas e as afinidades também são boas.

Já sabes, estou melhor , mas tenho ordens rigidas de nem ir ao meu terraço, com receio de recaída.

Não me vou divertir, mas não me importo. Aceito!

Beijos, meu amigo e para tua familía,

Maria luísa


De Fisga a 8 de Abril de 2009 às 18:15
Beijos também para ti e para todos os que te são queridos. mesmo em casa desejo que sejas muito feliz, pois já estás melhor e isso é o principal. Beijinho Eduardo. P.S. Não te esqueças das ordens, do médico. Abraço.


De M.Luísa Adães a 8 de Abril de 2009 às 18:59
Eduardo

Não posso esquecer, ainda mal posso falar com a rouquidão que se apossou de mim.
Obrigada pelos cuidados.

Beijos,

Maria Luísa


De eduardo a 9 de Abril de 2009 às 08:56
Olá amiga Luísa. Espero que ainda te ponhas boa para o dia de Páscoa ainda faltam dois dias. Se não estiveres bem, o melhor que tens realmente a fazer é resguardares-te beijinhos Eduardo.


De M.Luísa Adães a 9 de Abril de 2009 às 09:32
Eduardo

Não é possível, tenho de ficar em casa, nem ao terraço posso ir. A tosse ainda não passou e a fragilidade é grande, a nível respiratório.
Obrigada por te lembrares de mim.

Com carinho e amizade,

Maria Luísa


De fisga a 9 de Abril de 2009 às 11:53
Então minha amiga. Pensa assim. Páscoa é todos os anos uma vez, então este ano faço de conta que não houve Páscoa, vou ficar em casa para me curar como deve de ser, para poder assistir a muitas outras Páscoas que hão-de vir. Ok.? Amiga? Beijinho Eduardo.


De M.Luísa Adães a 9 de Abril de 2009 às 14:49
eduardo

Obrigada pelo conselho sábio; fica para a próxima!

Beijos para ti,

maria Luísa


De Fisga a 11 de Abril de 2009 às 14:22
Amiga: Não tens que me agradecer. Eu só te digo o que eu gosto que me digam a mim quando eu estou carente de apoio, de compreensão e d carinho. E digo-te pela mesma boca e com as mesmas palavras que o diria a uma pessoa muito chegada da minha família. Porque é exactamente isso que tu representas para mim. Beijinho com desejos de melhoras. Eduardo.


De M.Luísa Adães a 11 de Abril de 2009 às 15:29
Eduardo

Obrigada pelo alento; para mim também és como família. Um final de Páscoa feliz.

Beijos,

Maria Luísa


De Maria a 7 de Abril de 2009 às 20:34
Amiga Amei seu poema! Páscoa Feliz! Beijinho.


De M.Luísa Adães a 7 de Abril de 2009 às 20:42
Maria

Obrigada por "Amar" meu poema; grata pela sensibilidade.

Páscoa Feliz.

Beijo,

Maria Luísa


De cuidandodemim a 7 de Abril de 2009 às 21:40
Já vi que gosta de Dali, Maria luísa, e os quadros dele combinam bem com a sua poesia.
Esta faz-me pensar nas coisas que apenas se sentem, nas que se sentem e têm de se dizer e naquelas que apenas se dizem sem se sentir...
Bjns


De M.Luísa Adães a 8 de Abril de 2009 às 12:13
cuidandodemim

Sim gosto de Dali pela simbologia do que pinta;
ele não pinta pessoas, mas sim sentimentos, pensamentos, formas de sentir e dá-lhes vida e
imagem, como se pudéssemos ler, através dele, o que somos.

A sua intrepertação está magnifica:

"Coisas que apenas se sentem,
Outras que se sentem - e têm de dizer...
E aquelas que se dizem
e não se sentem."

Palavras suas, aí ficam escritas, mas são suas!

Obrigada! O comentário deixou-me feliz; atingi o meu objectivo e alguém percebeu, à sua maneira,
mas entendeu o que pretendi dizer, por outras
palavras. Parabéns!

Páscoa Feliz, beijos,

Maria Luísa


De MBeirão a 7 de Abril de 2009 às 22:01
Não vou fugir a regra, tambem gostei muito deste teu poema.
Apetece-me dizer "estranha forma de vida"

Felicidades


De M.Luísa Adães a 8 de Abril de 2009 às 12:00
Miguel

fiquei feliz por te encontrar junto ao meu poema
"Há tudo!" e podes dizer, sem sombra de dúvida,

"Estranha forma de vida" - podes dizer - só pensar
não dá para o mundo virtual.

Mas vou explicar, um pouco : - a Plataforma onde todos vão passar, significa o "Fim" de todos nós, ao qual não podemos fugir -ricos e pobres, felizes e infelizes, todos vão oscilando, gemendo e chorando
na plataforma que os aguarda

Estranho poema, meu amigo, mas fiquei feliz por
gostares, eu também gosto dele!

Com amizade e carinho,

Maria Luísa


De Sonhosolitario a 7 de Abril de 2009 às 22:21
olá amiga Luisa .boa noite .Há tudo mas nunca tenho nada ,
mas nada vou dizer .tudo faz parte da vida e eu quero viver ,
mas quero sentir o que te vou dizer,
eu te seguirei, porque quero aprender ,tu és minha musa ,
nunca mais te deixarei .

lindo amiga luisa obrigado por repartires com nós este lindo poema minha querida poetisa,
um doce beijinho
deste teu amigo
sonhosolitario
ps. um muito obrigado do fundo do meu coração...


De M.Luísa Adães a 8 de Abril de 2009 às 11:47
sonhosolitário

Obrigada pelas tuas palavras e por me considerares a tua "Musa"; não sei se há exagero, mas aceito
com respeito, tudo quanto dizes e agradeço.

Com carinho,

Maria Luísa


De Sonhosolitario a 8 de Abril de 2009 às 14:17
olá Amiga Luisa boa tarde ,é so para te dizer que não exagero nas minhas palavras ,mas sim muito respeito pela amiga e muita a admiração, pelo seu trabalho e pelos lindos poemas, e não tenho complexos de dizer que estou aprendendo com a minha querida amiga virtual Luísa Adães ,isto é um apura verdade ,e as verdade tem de ser ditas .
obrigado e continua sempre com esses lindos poemas .
doce beijinho deste seu amigo
sonhosolitario


De M.Luísa Adães a 8 de Abril de 2009 às 15:37
sonhosolitario

Grata pela tua resposta e agora sei que não há
exagero no que dizes.
Agradeço tornares a aparecer, a tirar dúvidas.
Quanto a aprenderes comigo, não é fácil ,através do que escrevo e o que escrevo, parece simples, mas não é, obedece a regras gramaticais, forma
de apresentar , começar e terminar o poema e
factor importante "criação, poder de imaginação misturando as verdades com a ficção. Obrigada!

Desejo para ti e teus familiares

" Páscoa feliz"

Com amizade,

Maria Luísa


De TiBéu ( Isa) a 7 de Abril de 2009 às 23:21
0011715.gif


De M.Luísa Adães a 8 de Abril de 2009 às 11:43
Tibéu

Obrigrada por vires ao meu recanto; agradeço os beijos, muitos que a imagem me dá.

Muitos beijos para ti e Páscoa Feliz, para ti e os teus.

Maria Luísa


De TiBéu ( Isa) a 8 de Abril de 2009 às 11:57
Esqueci de dizer que adorei o poema. Páscoa feliz tambem para ti. bj


De M.Luísa Adães a 8 de Abril de 2009 às 12:17
Tibéu

Obrigada por adorares o meu poema - Ele para mim,
toca muito a minha sensibilidade e gosto dele!
Agradeço me acompanhares.

Beijos e Páscoa feliz, uma vez mais,

Maria Luísa


De angel13 a 8 de Abril de 2009 às 15:55
Talvez seja tarde demais!


De M.Luísa Adães a 8 de Abril de 2009 às 17:57
"Olá" como estás? Zangado comigo?

"Talvez seja tarde demais "- dizes tu...

Agora sou eu que não percebo! Tarde porquê? Pela
tua ausência, acrescida de uma despedida?

Never say googbye, please!

E te digo, nunca é tarde; já tinha saudades tuas.
Obrigada por apareceres!

Páscoa feliz para ti e todos a quem amas, da amiga,

Maria Luísa


De maripossa a 8 de Abril de 2009 às 18:28
MARIA LUÍSA. MESMO LENDO NAS ENTRELINHAS DESTE POEMA IMAGINÁRIO,COMPREENDI O QUE TENTOU DIZER AOS OUTROS,QUANDO ELE ERA PARA SI?
BEIJINHO AS MELHORAS POIS VI QUE ESTÁ DOENTE.
BOA PÁSCOA LISA


De M.Luísa Adães a 8 de Abril de 2009 às 18:54
Lisa

Obrigada por comentares o meu poema; verdades,
misturadas de imaginário e alguma ficção,mas nas
entrelinhas percebe-se o que pretendo dizer e
ainda que estou doente. Acertou minha amiga!

Não tenho podido ir fazer as minhas visitas, mas há uma semana que tenho uma infecção bronquica de
alto teor.
Estou proibida de saír, nem ao meu terraço posso ir
regar as minhas flores. Estou rouca e ontem não podia falar.

Tenho muita tosse e tive de ir para as urgências do Sams em Lisboa. Fico em casa a Santa Páscoa.

Daí, escrevi o poema num estado de Alma não muito
bom e descrevi a passagem deste lado para o outro,
só pedi para deixarem ficar o meu marido. É este,
mais ou menos, o trama real do poema.
Gostei dele e os amigos e amigas gostaram e têm
sido muito gentis, como tu minha amiga Lisa -
como tu -.

Obrigada pelo comentário deu-me alegria e agradeço o desejo de melhoras.

Uma Santa Páscoa para ti e para os que amas!

Beijos,

Maria Luísa


De rosafogo a 8 de Abril de 2009 às 20:56
Olá Maria Luísa

O teu poema é lindo!
Vejo nele um perda de fé!
Naquele em quem tanto se acredita
Tanto se ama!
E parece abandonar-nos quando necessitados.
Há nostalgia neste Amor
Choras desencantos
Mas também há alma e serenidade.

Não sabia que estavas doente, desejo as tuas melhoras rápidas.
Assim como te desejo uma Páscoa Feliz cheia de paz.

Beijinho carinhoso


De M.Luísa Adães a 9 de Abril de 2009 às 08:49
rosafogo

O teu comentário é feito, através de um interesse muito forte, pelo que diz o poema; não há palavras suficientes, para agradecer esse estudo.

Sim, traduz o que dizes em versos lindos, como numa homenagem...
Apenas não fala na plataforma, onde tantos se debatem para a descer, gemem e choram, aí eu peço para o outro personagem me abandonar, pois
não o quero naquele destino - que é o Final de uma
vida que gostamos de viver, mas a plataforma oscila
e espera o caminhante que sem forças, se aproxima
a cumprir o FIM de uma vida. É tiste, sim e angustiante e teve origem no meu "estado de alma".

Adorei encontrar-te, hoje, neste instante, a
comentar o que escrevi.
Tenho estado bastante doente, ainda estou; não posso saír, pois é um problema bronquico,
infeccioso e ainda não passou, mas estou melhor.
Páscoa muito feliz para ti e os teus.
Beijos,
Mª. Luísa

p.s. não tenho ido ao teu recanto pelas razões expostas. M. Luísa


Comentar post

.mais sobre mim

.links

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.posts recentes

. ROUBO

. Beijos/ Novo Ano Feliz

. BEIJOS

. Cantei!

. Oferta

. 11 de Setembro

. Oferta/ Evanir

. Oferta, a Maria luísa Adã...

. Cortesia de : Poesias do ...

. Três Rosas

. Oferta/ Maria/ Espanha

. Facebook/ Foto: A World o...

. Oferta/ Las cumbres del O...

. Oferta

. Pablo Neruda

. Agradecimento

. Prelúdio

. Oferta/ Novembro de 2012

. Poema sem nome

. Prémio Dardos/ 2012

. Saudade

. Juventude

. Jogos Olimpicos

. Amo!

. Oferta : www.estoyatulad...

. Bertold Brecht

. Decepcion ...

. Das Trevas para a Luz

. Primavera

. O Tempo

.favorito

. Whitney Houston

. FOGO

. NOITE

. Meu Amigo

. SEDE

. VIDA

. NUA

. Nascer e Viver

. REALIZAR

. ROSA IMORTAL


Selo do prémio dardos Oferta:-http//tintasepinceis.blogs.sapo.pt



Familia Maldonado /Brasão