Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2009

IMAGINAÇÃO

 

 

 

 

 

 Evelyn de Morgan / imagem Internet

 

 
 
 
É tudo imaginação?...
 Mas não é,
 É tudo memória!...
 
 
Eu digo,
Tu finges não entender …
E assim não aceitas
Esta forma de dizer!
 
 
Não aceitas o cantar
Destes versos,
Não aceitas o amor
De quem os canta …
Não aceitas!
 
 
É tudo imaginação
Dizes tu!
Não, não é …
É tudo memória?
Não, não é …
 
 
Queiras ou não
É o nosso viver,
De coisas esquecidas
Adoradas,
Amadas,
Perdidas …
 
 
Eu sei amar,
Eu sei aceitar,
Eu sei acreditar
E …de forma só minha,
Chego ao teu altar!
 
 
E tu não aceitas
Eu nada dizer …
Fazer do silêncio
Um Escudo de entender,
Apenas chegar ao teu lugar
Te abraçar, te amar e calar
O meu sentir
E mais tarde
… O traduzir
Nos versos meus!
 
 
Não aceitas!
Mas sabes …
É tudo memória!
E só ela transmite para mim,
Mas eu transmito para ti
As palavras tímidas
De quem gosta
Do amor,
Da entrega a esse amor
E do silêncio protector
Dessa mesma entrega.
 
 
Esse amor,
Veio para servir
Morrer
E esquecer …
 
 
E depois de tudo isto,
Apenas tu existes!
 
 
 
E pergunto:
...Quem és tu?
 
 
Não há resposta! …
 
 Maria Luísa Adães

 

publicado por M.Luísa Adães às 07:00
link do post | comentar | favorito
|
72 comentários:
De poetaporkedeusker a 25 de Fevereiro de 2009 às 11:47
Lindíssimo o teu poema sobre a génese do imaginário, Maria Luísa.
Acito e agradeço o teu troféu do amigo, mas não está visível para mim, neste momento... virei posteriormente para o copiar. Estes dias andam muito duros para mim.
Um grande abraço.


De M.Luísa Adães a 25 de Fevereiro de 2009 às 12:53
Mª. João

Obrigada pelas tuas palavras e a tua presença; o
"Amigo" não está visivel.
Gostaste do meu poema, fico feliz, mas sei que estás a sofrer e eu também fiquei; o teu soneto está
um encanto de beleza e ternura!

Beijos,

Mª. Luísa


De poetaporkedeusker a 25 de Fevereiro de 2009 às 23:17
Obrigada também a ti, amiga. É uma antecipação do que eu sei que está para muito breve... uma espécie de oração para que ela possa partir em paz e sem sofrimento.
Um grande abraço.


De M.Luísa Adães a 26 de Fevereiro de 2009 às 09:46
Mª. João
Mª. João
Tempos de ventos menos bons para ti; eu vou pedir por ela, como pedi pela minha querida e tudo se passou em Paz; possa Deus ajudar ...

Obrigada pelas notícias e pela linda Oração que escreveste para ela.
Bendito o Poeta e a sua sensibilidade, quando ele é verdadeiramente, um poeta.

Beijos,

Maria Luísa


De poetaporkedeusker a 26 de Fevereiro de 2009 às 12:49
Um grande beijo também para ti, amiga Maria Luísa e muito obrigada por juntares a tua oração à minha.


De M.Luísa Adães a 26 de Fevereiro de 2009 às 13:03
Mª. joão

Sim, junto a minha oração à tua e peço por ela com muito amor e lágrimas lavando os meus olhos,
purificando minha visão para lhe oferecer, com olhos límpidos, coração sangrante, minha mente
transmitindo pensamentos, meus lábios rezando pelo final que não é só dela... também é nosso ... E Paz para ti, minha amiga que tão bem entendo, neste instante!

Beijos para ela, dá-o por mim, não esqueças!

Maria Luísa


De poetaporkedeusker a 26 de Fevereiro de 2009 às 20:30
Darei sim, amiga. Dói muito passar outra vez por tudo isto...
Abraço muito grande e obrigada.


De M.Luísa Adães a 26 de Fevereiro de 2009 às 21:13
Minha querida Mª. João

Eu sinto o que tu sentes; estou contigo espiritualmente, rezo contigo, faço festinhas e peço a Deus, com força, a graça de o aceitar e à sua alma, como aceitou a Maggie.

Linda a tua Oração, sentida, de Paz e ternura a avizinhar a saudade, do tempo passado e o vislumbrar da ausência, no tempo presente .

Conheço a tua dor e aflição e mais, está na tua casa, eu penso que sim!

Vê se descansas, um pouco e eu estou contigo em
Espírito. Beijos para todos,

Maria Luísa

p.s. nem sei que dizer ou fazer; limito-me ao nada
e peço o "Tudo do Melhor" para Todos.













De poetaporkedeusker a 26 de Fevereiro de 2009 às 21:36
Sim amiga, ela está na minha casa que é a dela também. Se não tiver dores será daqui que irá partir, do ambiente em que cresceu e foi feliz á sua maneira.
Abraço grande e obrigada.


De M.Luísa Adães a 27 de Fevereiro de 2009 às 09:05
Mª. João

Ela cresceu aí ,como a minha amiga e querida Maggie , cresceu na minha casa e eu sei que a tua e a minha foram muito felizes.
Agora tens de aguardar a Graça de Deus, mas é como alguém de família e é ! Estou contigo! Lembra-te do Livro para minorar o sofrimento.
O n/ amigo, ainda não disse nada e eu nada quero perguntar, porque é certo, "faz muitas confusões".
Aguardo notícias.

Beijos,

Maria Luísa


De poetaporkedeusker a 27 de Fevereiro de 2009 às 13:37
Ela ainda está por cá, amiga Maria Luísa. Sei que o nosso amigo também anda em exames médicos por isso teremos de aguardar mais uns dias.
Um grande abraço amigo.


De M.Luísa Adães a 27 de Fevereiro de 2009 às 14:52
Mª. JOÃO

Ela vai dormindo e come alguma coisa ? Espero que tudo se passe em Silêncio.

Quanto ao nosso amigo, acho-o estranho. Ainda não percebeu que eu tenho outro poema que tem um nome diferente, mas ele só fala na "CARTA" e me
parece que não viu "Imaginação" e foi buscar um troféu que me ofereceram, eu passei para ele, em vez de copiar, cortou e a imagem desapareceu do meu blog e não a consigo recompôr - nunca tal
aconteceu! E não é que não vê Imaginação ?
Há alguma coisa com ele ? Está a fazer confusão e os
emails que lhe mandei, está a devolver para eu guardar! Que dizes a isto ? É verdade, mas eu não entendo! Que dizes ? Estou pasmada!
Bºs, Mª. Luísa


De poetaporkedeusker a 27 de Fevereiro de 2009 às 15:15
Não, Maria Luísa, ela não come literalmente nada há seis dias. Apenas dorme e vomita, de quando em quando. Estou a dar-lhe injecções de Primpéran para aliviar os vómitos.
Quanto ao nosso amigo não sei o que te possa dizer... sei que é muito comum ele fixar-se num poema. Anda há uns quatro ou cinco dias a comentar o mesmo poema no meu blog... também não viu os novos. Eu não estranho muito. Penso que estará doente e que é natural que se confunda um pouco.
Um abraço grande.


De M.Luísa Adães a 27 de Fevereiro de 2009 às 15:52
Mª. João

Que Deus ajude a bichinha, pois ela está numa de partida; penso que não sofre, mas não sei ...Dores não tem, isso dava queixas, mas está mal! Pensa no teu livro a saír e a concretizar um sonho (fácil de escrever).

quanto ao Senhor ,nosso conhecido, faz o mesmo comigo; fixa um poema e escreve sempre e não se apercebe dos outros e não sei se liga importância ao que fixou (parece que não) e isso, não é normal!

Passa-se alguma coisa e um dia, deixa de escrever!
Eu já falei no poema por três vezes, mas é como se nada tivesse dito. Não liga!... Deve estar doente!

Aguardemos, minha amiga, mas estou mais elucidada
não torno a falar no assunto. mas escrevo muito,
pois ele dá pela falta da resposta e faz-lhe confusão.

Beijinhos para a cadelinha e a Maggie vai ajudar!

Maria Luísa


De poetaporkedeusker a 27 de Fevereiro de 2009 às 20:56
Não, não está a haver sofrimento, Maria Luísa. A letargia é muito intensa e a actividade cerebral também já está diminuída. Quando houver sofrimento eu sinto-o imediatamente. Está a ser muito mais penoso para mim do que para ela.
Em relação ao resto, penso que o melhor é mesmo aceitar as coisas como elas se nos apresentam.
Um abraço meu e da Lupa para ti e Maggie.


De M.Luísa Adães a 28 de Fevereiro de 2009 às 09:41
Mª. João

Acredito está a ser mais penoso para ti, do que para a Lupinha.
Obrigada por a juntares à Maggie, no abraço que nos mandas; choro sempre quando escrevo a dizer dela.

Quanto ao resto, já apanhei o quadro e entendo.
Aceitamos com paciência e continuamos. De acordo! Depois voltamos a falar.Obrigada pelas notícias!

Beijos para Lupinha e para ti, minha amiga,

Maria Luísa


De ஜॐ♥ஜ___Estrelinh@___ஜॐ♥ஜ a 25 de Fevereiro de 2009 às 18:11
E o prometido é devido, cá estou como disse que estaria, e mais uma vez com as tuas palavras me encanto,

imaginação?!
por vezes falamos, falamos e falamos, e depois não passa de ilusão para alguns, o que para nós é mais que realidade mtos não consegue enxergar, e quem ama assim...mereçe ser amado...

Mª Luisa...adorei querida, vou levar

beijito carinhoso.


De M.Luísa Adães a 25 de Fevereiro de 2009 às 18:58
estrelinha

Agradeço muito a tua vinda a este recanto; escrevi
este poema "Imaginação" e sabes que te digo ?
Não devia dizer, mas gosto muito dele ...

Fico feliz por gostares e o levares - nem sei contar como me sinto - flutuo num mar de saudade e de amor - e o poeta vê e sente,
como só ele sabe ver,
como só ele sabe sentir!...

Beijos, minha querida,

Maria luísa


De ஜॐ♥ஜ___Estrelinh@___ஜॐ♥ஜ a 25 de Fevereiro de 2009 às 19:27
Querida...
Não devias dizer que gostas dele pk?
Já dizia a minha avózinha que deus a tenha, temos cinco dedos na mão e gostamos de todos mas cada um ao seu modo, tu gostas de tudo o que escreves, mas como tudo na vida( e eu tb sou assim) gostamos mais de uns que de outros, talvez porque uns sejam mais nós mesmo que outros, talvez este teu poema seja mais uma parte integrante de ti que outros, e te toca mais profundamente, como te entendo!!!
Não é pecado gostares mto deste, se for assim, tb estou a pecar gostei tto que o levei cmg, beijito carinhoso querida.


De M.Luísa Adães a 25 de Fevereiro de 2009 às 19:47
Estrelinha

Talvez seja receio que possam pensar, ser um auto-elogio; mas é absurdo, tens razão. Gosto dele! Afirmativo!

Obrigada por esclareceres e me restituíres a liberdade que tanto prezo.
Agradeço o teres levado, para a tua casinha aconchegada e linda.

Beijinhos, muitos

Mª. Luísa


De ஜॐ♥ஜ___Estrelinh@___ஜॐ♥ஜ a 25 de Fevereiro de 2009 às 19:51
gosto da tua amizade,
obrigado por ela.


De M.Luísa Adães a 25 de Fevereiro de 2009 às 20:02
Estrelinha

Eu agradeço, no fundo de mim mesma e a vou guardar; "não é imaginação, não é memória " é um sentir profundo difícil de traduzir , fácil de sentir...
Então vamos aceitar e não perguntar!
Mas quem agradece esse sentimento : "Sou eu" !

Com ternura,

Maria Luísa Adães


De ஜॐ♥ஜ___Estrelinh@___ஜॐ♥ஜ a 25 de Fevereiro de 2009 às 20:12
conbinado!
sem perguntas!
Beijito carinhoso.


De M.Luísa Adães a 26 de Fevereiro de 2009 às 09:55
Estrelinha

Sem perguntas, mas há sempre perguntas ao longo do tempo e eu aceito!
Por hoje, fica assim; gostei muito de te encontrar.
Muito mesmo e sempre!

Beijos ternos,

Maria Luísa


De Morgen a 25 de Fevereiro de 2009 às 19:37
Siiiiiiiiiim sou eu he he
Desculpa nao ler o post prometo que passo cacom mais tempo


De M.Luísa Adães a 25 de Fevereiro de 2009 às 19:40
morgen

Espero-te com mais tempo. Mas tu és o cantinhodemagias ? Ou é engano meu ? Vou aguardar!

Beijos,

Mª. Luísa


De Morgen a 25 de Fevereiro de 2009 às 19:49
siiim sou, é o meu novo blog
bjs


De M.Luísa Adães a 25 de Fevereiro de 2009 às 20:08
Morgen

obrigada por me elucidares; apanhei um susto; pensei que tinhas ido embora. Que susto, meu Deus!
Continuo a esperar-te!

Com ternura,

Maria Luísa


De Maria a 25 de Fevereiro de 2009 às 22:32
Olá Maria

Gostei muito do seu Poema á imaginação. Parabéns


De M.Luísa Adães a 26 de Fevereiro de 2009 às 09:50
Maria

Mas que saudades, Deus meu
Há quanto tempo a não via!...

Obrigada pela visita e pelo comentário ao meu poema "Imaginação" ... Fico feliz por ter gostado!
Agradeço os Parabéns!

Com carinho,

Maria Luísa


De angel13 a 26 de Fevereiro de 2009 às 14:41
E a resposta existe...."PARTURIENT MONTES, NASCETUR RIDICULUS MUS". Obrigado.


De M.Luísa Adães a 26 de Fevereiro de 2009 às 15:30
Anjo13

Quem pediu resposta ? Apenas comments! Mas tu deste resposta! Talvez sintas que não entendo! E
sentes mal! É vaidade pessoal. mas não importa; é isso que sentes, ou escreves por escrever? Aceito o
teu comments - que posso fazer? Nada! Mas não abuses, da minha condescendência! Com amizade e essa é importante.

Maria luísa


De angel13 a 28 de Fevereiro de 2009 às 15:57
Desculpa, excitei-me! A tua escrita excita-me. Obrigado.


De M.Luísa Adães a 1 de Março de 2009 às 09:25
Anjo13

Escreveres de maneira a ninguém entender aceito
"deslumbrada", mas o teu português é "agressivo".

Obrigada pelas tuas palavras e a tua presença de
criatura "engraçada".

Um abraço,

Mª. Luísa


De angel13 a 2 de Março de 2009 às 12:40
Porquê criatura? Não gostei, nunca ninguém me adjectivou de forma tão perjorativa! Obrigado e adeus.


De M.Luísa Adães a 2 de Março de 2009 às 13:01
Angel13

Não entendo o porquê; não estás no local errado?

Enganas-te muito no caminho e nos títulos desse caminho; estás no local certo ?
Me parece que não! na realidade não entendo o teor
da despedida.
Mas seja feita a tua vontade!

Saudade,

maria Luísa


De angel13 a 3 de Março de 2009 às 12:21
Saudade do amor que vivi contigo?


De M.Luísa Adães a 3 de Março de 2009 às 15:04
Anjo!

Saudade de quê, amigo virtual ? Se eu não sei quem tu és e dizes , sempre o mesmo, aos blogs que visitas ?
Ontem disseste "Adeus" - mas qual o significado do Adeus, para ti ?

Nunca me conheceste e trouxeste contigo qualquer tipo de saudade; mas estás a transformar-te num indivíduo com graça ( e dizes para ti , esta
já eu apanhei no mundo virtual); enganaste, amigo.
Sê uma pessoa real, interessante sem magoar os princípios dos outros e não te repitas, de blogs em
blogs.

Com amizade virtual,

Maria Luísa


De maripossa a 26 de Fevereiro de 2009 às 19:43
Maria Luísa! Pois de imaginário se fez este poema e bem, só que se calhar algumas pessoas que comentam não o fazem com carinho e amizade como devem, as pessoas quando escrevem, colocam lá os sonhos e o que o coração dita, e temos de respeitar só isso, quanto a tua resposta foi correcta e gostei da mesma, quanto ao poema gostei como sempre, e falo Português para se ler, é bonito.
Beijinho de amizade, ando um pouco ausente por motivo do curso como disse. Lisa


De M.Luísa Adães a 26 de Fevereiro de 2009 às 20:37
Maripossa

Oscilo entre a ficção, a verdade, a beleza da palavra; muitos a apreciam e eu gosto de todos!
Nem que seja deixar um beijo, ou um abraço, me
deixa feliz.
A presença, por si mesma, sem nada a dizer, só colocar o nome, já é uma benesse. Não preciso mais!
Mas se alguém entra no âmago do poema, é uma
alma gémea que se lembrou, leu e gostou e falou
sobre o mesmo.... e eu gosto! Quem não gosta ?

Mas a presença é muito importante, mais do que tudo e o poema tem trazido , por ele e por mim, todos os amigos disponíveis.


Sei que andas ausente, mas viéste - sempre vens
ao meu encontro e eu te recebo e às tuas palavras
lindas , com muito amor e carinho.

Obrigada.

Com ternura, beijos

Maria Luísa


De maripossa a 26 de Fevereiro de 2009 às 21:34
maria Luísa! Hoje deu um tempinho e aqui venho,deixo abraço e beijinho de amizade,aquele que deve ser um marco entre amigos que se gostam.
Beijinho Lisa


De M.Luísa Adães a 27 de Fevereiro de 2009 às 09:12
Maripossa

Ainda bem que tiraste um tempinho para mim e te mando um beijinho grande.
Não sei se viste, um comentário acima do teu, com um simulacro de" latim" ; que fazer ? Acontecem coisas destas, estou a ver se passa... Não foco nomes, mas me parece que tu viste!

Beijinhos, minha querida,

Mª. Luísa


De Maria a 26 de Fevereiro de 2009 às 19:52
Agradeço muito a sua visita! Aqui estou eu a retribuir a visita! AMO poesia! AMEI seus poemas! LINDISSIMO este!


De M.Luísa Adães a 26 de Fevereiro de 2009 às 20:19
maria

Agradeço muito a sua presença, no meu recanto;
há mais tempo a devia ter visitado, mas tem passado de dia para dia ...obrigada por ter gostado do meu poema "Imaginação".
Lhe envio os meus agradecimentos e muitas, muitas
saudades.
Vou estar mais atenta aos meus amigos, dos quais
faz parte, ao longo de um tempo largo.

Com ternura,

Maria luísa


De Eduardo Daniel Cerqueira a 26 de Fevereiro de 2009 às 21:18
Obrigado por toda a atenção Luísa. Beijinhos


De M.Luísa Adães a 27 de Fevereiro de 2009 às 09:20
Edu

De nada meu amigo, é um prazer apresentar Paredes de Coura e uma forma interessante de nos mantermos em contacto.

Beijos pata ti,

Mª. Luísa


De TiBéu ( Isa) a 26 de Fevereiro de 2009 às 22:09
Olá
Não tens o selo da oferta. Tens que fazer copiar e trazer.
!cid_3D5.gif
isto quer dizer: Gosto de vir aqui e deixo um bj


De M.Luísa Adães a 27 de Fevereiro de 2009 às 08:55
Tibéu

O selo da oferta eu trouxe, mas tem estado sempre desaparecido; ontem cortei-o para o trazer de novo, mas ele apareceu sem lhe tocar; hoje às 9h
encontra-se lá, bem bonito, mas vamos ver como se porta; ainda bem que gostas de passar por aqui, é muito bom!
Escrevi a" Ma" e apresentei-me como tua amiga, abriram-se portas a autorização para levar link; levar selo, mas só posso fazer tudo a primor segunda ou terça, quando um amigo meu estiver disponível para me encaminhar; tu deves saber que de informática, não sei nada, ou quase nada...

Quanto ao selo vamos ver se ele se fixa por "magia".
mas é bonito e mais, gosto dele!

E assim sucessivamente, como diz o te bla,bla ...

Eu já cortei o troféu e copiei de novo, mas quando cheguei, ele já se tinha colocado outra vez, sem eu lhe mexer. Vou aguardar o meu amigo ,da loja dos
computadores.

Beijos e obrigada por te lembrares de mim
Mª. Luísa

p.s. manda, sempre, coisas bonitas. Adoro!


De TiBéu ( Isa) a 28 de Fevereiro de 2009 às 17:02
Vim só verificar se o selo ainda cá estava hehe está mesmo, afibal tú até sabes hehe- beijinho


De M.Luísa Adães a 1 de Março de 2009 às 09:06
Tibéu

Afinal eu sei umas coisas, mas poucas; o selo ficou
por milagre hehehehe ...

Beijo,

Mª. Luísa


De jpcfilho a 27 de Fevereiro de 2009 às 21:55
Querida Maria Luísa, é tudo imaginação, no que és fertil, e aí te engravidas de amor, pq és fertil, e te enches de amor, pq és fertil. tb fazes versos, no que tb és fertil, e tua imaginação te leva a esses altares de sacrficios, de juras, de incognoscível (e quem é ele?), é o amor que junto com tuas fantasias de poeta, nasce, renasce entre as rosas, as estrelas. a Via Lactea? Sei lá!
Lindos versos como sempre.
beijos
João Costa Filho


De M.Luísa Adães a 28 de Fevereiro de 2009 às 09:33
jpcfilho

Então eu sou tudo isso ?

E sou ! Nasço e morro, renasço das cinzas, das rosas, da terra fresca do meu jardim, das minhas fantasias de poeta e subo ao altar de sacrifício, olho o cimo e contemplo a Via Láctea, olho o baixo e
vejo o mundo, o meu mundo e desço, uma vez mais ... para escrever os meus versos.

Deste-me uma idéia, para escrever mais tarde.

Obrigada por gostares e pelo teu comments a
transbordar de poesia.
Meu querido amigo, espero voltar ao Brasil á minha
Família mais directa (filho, neta e nora).
Agradeço a tua presença neste lugar!

Com carinho,

Maria Luísa


Comentar post

.mais sobre mim

.links

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.posts recentes

. ROUBO

. Beijos/ Novo Ano Feliz

. BEIJOS

. Cantei!

. Oferta

. 11 de Setembro

. Oferta/ Evanir

. Oferta, a Maria luísa Adã...

. Cortesia de : Poesias do ...

. Três Rosas

. Oferta/ Maria/ Espanha

. Facebook/ Foto: A World o...

. Oferta/ Las cumbres del O...

. Oferta

. Pablo Neruda

. Agradecimento

. Prelúdio

. Oferta/ Novembro de 2012

. Poema sem nome

. Prémio Dardos/ 2012

. Saudade

. Juventude

. Jogos Olimpicos

. Amo!

. Oferta : www.estoyatulad...

. Bertold Brecht

. Decepcion ...

. Das Trevas para a Luz

. Primavera

. O Tempo

.favorito

. Whitney Houston

. FOGO

. NOITE

. Meu Amigo

. SEDE

. VIDA

. NUA

. Nascer e Viver

. REALIZAR

. ROSA IMORTAL


Selo do prémio dardos Oferta:-http//tintasepinceis.blogs.sapo.pt



Familia Maldonado /Brasão