Domingo, 5 de Outubro de 2008

METAMORFOSE

 

 
 
Não existe a morte,
Não existe a destruição,
Não existe a intolerância,
Não existe a maldade,
Não existe o ódio,
Não existe a má vontade.
Não existe o desequilíbrio,
Não existe a perda,
Não existe o sofrimento,
Não existe a dor,
Não existe a opressão,
Não existe o desamor,
Não existe clamor insano
E maldoso …
A criar,
A levantar,
Um mundo de Terror.
 
Não existe!...
 
Mas existe
O criar…
 
De um Mundo Melhor
E mais justo!
 
Acabei de o fazer, 
Mas preciso de Amigos
A ajudar!
   
      Maria Luísa
publicado por M.Luísa Adães às 12:52
link do post | comentar | favorito
|
18 comentários:
De jpcfilho a 5 de Outubro de 2008 às 19:36
Olá Maria, me sentiria munito honrado em participar dessa criação única, da negação das maiores qualidadesde nosotros hombres, que nunca erramos ou cometemos ijustiças com nosso próximo. Mas meu problema maior é que ha séculos, milênios faço parte integrante dessa grande catástrofe humana, penso que eu sou os outros, e por isso nos cometemos diariamente tantas, tantas, tantas, que nem sei.
Estou contuigo nas mudanças.
lindos versos
beijos
João Costa Filho
Liondos versos


De M.Luísa Adães a 5 de Outubro de 2008 às 20:48
jpcfilho

Muito agradecida pelo teu comentário à "Metamorfose" ... è a forma como eu desejo ver a humanidade e o mundo a que pertenço.

Um dia, daqui por uns tempos largos, havemos de abolir as guerras a favor do amor e da ajuda aos necessitados.
Assim eu sinto, mas sei que não vou chegar a ver, esse dia ... talvez a minha neta possa assistir à mudança - eu não posso - mas o nosso grito, se for bem forte, traz modificações lentas, mas positivas.

Eu creio e agradeço, as tuas palavras sinceras.

Com carinho,

Maria Luísa



De oriona a 5 de Outubro de 2008 às 21:22
Existe o amor,
Existe a bondade
Sim, existe a mão que levanta aquele que cai
Existe a paz além da correria
O sorriso após as lágrimas
Existem corações humanos que vivem a verdade do bem.
Que juntos construiremos novas terras longe de guerras, porque essas não mais existirão.


De NEOABJECCIONISMO a 5 de Outubro de 2008 às 21:31
Maria Luísa.
Não existe nada. Sou ermo. És ermo. E do ermo a luz que resplandece sobre a tua imagem que caminha direita por entre as pedras denegridas da paisagem.
E surgem ramos de flores e árvores que se agigantam e te protegem do sol ardente. Pássaros surgem do nada e o mar invade o ermo que era a paisagem e do nada se criou o ser que hoje existe sendo nada e tudo o que criaste e se manifesta em amor.
Beijos
neo


De M.Luísa Adães a 6 de Outubro de 2008 às 08:45
Neo

E do Nada se fez o tudo e se criou o mundo!
Melhor, mais verdadeiro, mais real e longe das sequelas nefastas do mal.

Lindo o teu poema e é uma resposta, séria a não ser contestada e a aceitar, a guardar com toda a beleza que traz consigo, aravés das palavras, das tuas Palavras.

Adorei o teu comentário, vou pensar nele a sério e tentar saber onde o hei-de levar ...

Agradeço a tua amizade e a tua força de carácter.
Não choras,
não te lamentas,
continuas,
ajudas este e aquele e desprezas o que não interessa ... e sempre em frente, sem medos, sem procurar agradar ou não, te manténs firme nas tuas convicções. na tua LUTA.Bendito sejas meu amigo ... sem saberes ,cumpres a doutrina do Cristo.

Muito obrigada pela tua Presença.

Beijos,

Maria Luísa


De M.Luísa Adães a 6 de Outubro de 2008 às 08:54
Oriona

Obrigada pela ajuda na reconstrução de um mundo a ser debilitado, pela insensatez, pelo medo, pela falta de amor.

Agradeço a tua força profunda e inquebrável, na ajuda a construir um" Mundo Melhor". onde tudo o que digo possa ser uma realidade, honesta e pura.
E não seja tão contestado!...

Agradeço a tua presença, a tua amizade e retribuo
tudo, com carinho e a chamada "Saudade".

Beijos,

Maria Luísa


De cuidandodemim a 6 de Outubro de 2008 às 19:30
Muita gente sonha com essa metamorfose, mas como conseguir que ela se faça?
Penso que cada um de nós pode fazer um pouco a cada dia... Ainda que devagar, era tão bom que ela se tornasse realidade... Há que continuar a acreditar no sonho...
Um beijinho com amizade.


De David Silva a 6 de Outubro de 2008 às 21:05
Olá M. Luisa!
Passei para deixar um beijinho e dizer que passei por aqui para cuscar nos seus poemas!
Gosto imenso de a ler ... vou continuar fazendo-o ...
Fique bem, SEMPRE bem!

David


De Trovador a 7 de Outubro de 2008 às 04:19
E seus amigos estarão aqui!

Tens muitos!

E tenho a honra de me considerar um deles, já, ao menos de minha parte.

Ótimo poema! É assim que deve ser, enfrentar o mundo do Terror com um Mundo Melhor!

^^

Beijos
Au revoir o//


De M.Luísa Adães a 7 de Outubro de 2008 às 10:00
Tovador

Obrigada pela tua amizade expontânea e por isso, bela ... Te entrego com ternura a minha Amizade, os meus versos, a minha forma de sentir e de dizer.
E aqui estou, longe e perto de ti, aguardando sempre,palavras de benevolência, ao meu sentir, ao meu dizer.

Agradeço a tua vinda, num tempo não muito bom ,em que o Vento que passou ,me pôs de rastos e me humilhou!
Benvindo ao meu encontro, plasmado no Espaço.
há Milénios.

Thanks, my dearest One

Maria Luísa


Comentar post

.mais sobre mim

.links

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.posts recentes

. ROUBO

. Beijos/ Novo Ano Feliz

. BEIJOS

. Cantei!

. Oferta

. 11 de Setembro

. Oferta/ Evanir

. Oferta, a Maria luísa Adã...

. Cortesia de : Poesias do ...

. Três Rosas

. Oferta/ Maria/ Espanha

. Facebook/ Foto: A World o...

. Oferta/ Las cumbres del O...

. Oferta

. Pablo Neruda

. Agradecimento

. Prelúdio

. Oferta/ Novembro de 2012

. Poema sem nome

. Prémio Dardos/ 2012

. Saudade

. Juventude

. Jogos Olimpicos

. Amo!

. Oferta : www.estoyatulad...

. Bertold Brecht

. Decepcion ...

. Das Trevas para a Luz

. Primavera

. O Tempo

.favorito

. Whitney Houston

. FOGO

. NOITE

. Meu Amigo

. SEDE

. VIDA

. NUA

. Nascer e Viver

. REALIZAR

. ROSA IMORTAL


Selo do prémio dardos Oferta:-http//tintasepinceis.blogs.sapo.pt



Familia Maldonado /Brasão