Quarta-feira, 2 de Julho de 2008

NADA ME PRENDE

 

 

 

Não vou negar o dizer de palavras

Feitas do sentir mais profundo,
Mas não posso afundar-me
Na lama do Mundo…
 
Acompanho a caminhada
Delineada ao pormenor,
Mas fico aguardando
O porquê deste instante
O rodear do momento
Que não entendo…
 
Não tenho medo,
Aboli o medo ao nascer
E vim com coragem
A este mundo
Onde vou perecer!..
 
Mas sou Poeta no dizer…
Paguei em felicidade,
Doei de muitas formas
Cruéis e difíceis,
Esta loucura
De Liberdade.
 
Não vou perder-me no vulgo
Que me devora
Nem prender-me!
 
Apenas meditar
E voar…
 
 
Na minha própria Luz!
 
publicado por M.Luísa Adães às 11:31
link do post | comentar | favorito
|
28 comentários:
De TiBéu ( Isa) a 2 de Julho de 2008 às 14:18
Lindo Luisa, gostei muito principalmente desta parte que diz tanto.
"Apenas meditar
E voar…"

Beijinhho com amizade


De M.Luísa Adães a 2 de Julho de 2008 às 16:52
Tibéu

Adorei a tua presença e o teu comentário,

lindo quando digo:

Apenas meditar
E voar...

Na minha própria Luz!

Gostaste? Eu sou suspeita, sou a autora, mas adoro!
Tem paciência... Parece vaidade, mas não é!

Escreve quando quiseres!

Beijos,

Maria Luísa


De Sara V. a 3 de Julho de 2008 às 00:42
Olá, Luísa!
Gostei do tema, das palavras que tão bemk exprimem sentimentos com que até me identifico.
Nada pior que abolir a nossa personalidade a favor de um mundo que nem sempre está direito... Misturar-me, fundir-me no vulgo, porque sim, nunca! Só se me apetecer... Mas gosto mesmo é de voar e meditar...
Boa noite, beijinho


De NEOABJECCIONISMO a 3 de Julho de 2008 às 01:19
Maria Luísa.
Boa noite e um sorriso de amizade, se mo permite.
A sua poesia é energia que liberta. Nada me prende, solta~se em versos loquazes e belos que me acompanham envoltos na aura poética do autor
Beijos


De M.Luísa Adães a 3 de Julho de 2008 às 10:25
sarav

demorou a chegar a este blogs, mas valeu a pena, esperar com aceitação e compreensão, pela vida dos outros.
Gostou do poema...Ele gostou se si e das palavras que lhe diz...
Na realidade, ele pertence ao nosso sentir e à forma como entendemos a Vida!

E é bom:

Sem algemas,

Meditar e voar

Na nossa própria Luz

Obrigada pela sua presença.

Beijos,

Maria Luísa


De M.Luísa Adães a 3 de Julho de 2008 às 10:32
neo

É com alegria que o encontro neste recanto e recebo, além das palavras, a sua presença que me dá muito gosto e amizade.

São lindas, como sempre que escreve e traduz sentimentos.

Grata pela sua amizade e a sua "enorme" Lealdade!

"Nada me Prende" agradece!

Beijos da amiga,

Maria Luísa


De Sonhosolitario a 3 de Julho de 2008 às 20:11
olá minha querida e doce amiga, LUIZA poetisa do meu coração ,
:::::::::::::::::::::::::::NADA ME PRENDE:::::::::::::::::::::::::::::::
:::::::::nada me prende ,e a tudo estou preso::::::::::::::::
:estou preso ao amor ,amo a vida louvo ao senhor ,:
adoro amizades ,com louvor ,sorrio de alegria ,choro de tristeza, luto contra as maldades ,pretendo ser forte quando sou fraco ,ajudo quando preciso ser ajudado ,amor o meu amigos quando devia ser amado .nada me prende ,mas me sinto acorrentado ,
pela vida ,pela politica .pelo trabalho ,pelo amor ,pelo sofrimento ,mas nada me prende a liberdade ,amo os pássaros com o seu esvoaçarem liberdade, amo a natureza com toda sua vida ,mas nada me prende ,adoro os teus poemas mas nada me prende,
adoro o mar .as suas brisas sua faina ,os temporais as nuvens o céu tudo eu amarei
mas nada me prende…mas estarei sempre preso aos teus queridos poemas,,,.

um doce beijo meu minha querida e amada poetisa,
seu amiguinho ..
sonhosolitario


De M.Luísa Adães a 4 de Julho de 2008 às 07:19
sonhosolitario

Agradeço a tua amizade, a tua presença e o teu lindo
poema, ao meu poema" Nada me Prende"!

Nada nos prende e como tu dizes, tudo nos prende...

Mas fugimos, sempre que podemos e "voamos, meditamos e somos felizes na nossa própria LUZ.!
E esse voar , ninguém nos pode tirar!

Com carinho,

Maria Luísa


De Alzira Macedo a 4 de Julho de 2008 às 18:34
Olá Luisa....
Continuo sem internet, por isso nao venho cá muitas vezes....
Mas já morro de saudades.....
Li os comentatarios que me escreveste e nao o postei o dito tal qe me pediste....
depois com mais calma falaremos sobre isso...
Nao me preocpo com essas coisas, mesmo que tivesses lido o meu poema amantes, e tivesses a ideia de escrever á tua maneira, nao tinha a menor importancia....
Na vida adqirimos uma liberdade de expressao que é nossa....
e que cada ser desenvolve essa liberdade de expressao á sa forma de ser....
Nao entendi muito bem o que aconteceu com os nossos poemas e o que te diceram sobre isso....
Por mim tá tudo bem, apenas nao venho cá mais vezes porqe estou nas mudanças e sem telefone por isso internet...
beijo e até breve


De M.Luísa Adães a 4 de Julho de 2008 às 19:00
Alzira Macedo

Fiquei muito feliz com a tua presença e as tuas palavras, um dia conversamos! Mas foi terrível a interpretação dada - absurda, sem nexo - não vou falar, agora, nesse assunto, mas um dia conto o acontecido.

Ainda bem que pensas como dizes e a nossa amizade não foi quebrada; é o suficiente! Mas seria bom explicar melhor... pois eu fiquei, muito mal colocada.... Foi terrível!

Espero-te em breve! Beijos,


Maria Luísa

obrigada pela tua abertura espiritual e a tua compreensão; Deus te ajude e a mim também


Comentar post

.mais sobre mim

.links

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.posts recentes

. ROUBO

. Beijos/ Novo Ano Feliz

. BEIJOS

. Cantei!

. Oferta

. 11 de Setembro

. Oferta/ Evanir

. Oferta, a Maria luísa Adã...

. Cortesia de : Poesias do ...

. Três Rosas

. Oferta/ Maria/ Espanha

. Facebook/ Foto: A World o...

. Oferta/ Las cumbres del O...

. Oferta

. Pablo Neruda

. Agradecimento

. Prelúdio

. Oferta/ Novembro de 2012

. Poema sem nome

. Prémio Dardos/ 2012

. Saudade

. Juventude

. Jogos Olimpicos

. Amo!

. Oferta : www.estoyatulad...

. Bertold Brecht

. Decepcion ...

. Das Trevas para a Luz

. Primavera

. O Tempo

.favorito

. Whitney Houston

. FOGO

. NOITE

. Meu Amigo

. SEDE

. VIDA

. NUA

. Nascer e Viver

. REALIZAR

. ROSA IMORTAL


Selo do prémio dardos Oferta:-http//tintasepinceis.blogs.sapo.pt



Familia Maldonado /Brasão