Domingo, 8 de Junho de 2008

O BARCO

 

 

 

 

Viu chegar o Barco que ninguém via ...

…apenas O podia olhar e ver

…apenas ela e não os outros,

Quem sabia a razão da sua chegada?

Quem notou no seu sorriso

A graça dessa Presença?

 

E as velas diáfanas acenavam, quais pombas brancas,

Acenavam num convite à viagem final.

 

Olhou á sua volta os locais, ainda não abandonados

Uma saudade prematura a envolveu,

O horizonte brilhava com toda a Sua pureza…

Aguardava a próxima maré…

 

Ela sabia que não podia fugir

À solidão das noites e à incerteza dos dias…

Nada estava concluído!

Levantou os olhos Àquele que não via

E pediu algum tempo mais…

…E iria, apenas, quando o Barco cumprisse a sua volta…

 

Teria de descobrir

Uma nova forma de estar,

Uma nova forma de acreditar,

Uma nova forma de dar.

 

E Ele entendeu…

À distância acenou com um lenço branco de despedida,

Retornaria um dia…

 

E tomando a cor do Oceano,

Esfumou-se lentamente…

 

E ela retomou a caminhada

…Ao encontro da Vida.

 

publicado por M.Luísa Adães às 15:32
link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De salome a 8 de Junho de 2008 às 16:36
É amiga ninguém pode fugir á longa caminhada da vida, mas sempre podemos procurar novos rumos, e embarcar em novos navios.Ainda bem que retomou a caminhada da vida.Beijinhos


De M.Luísa Adães a 8 de Junho de 2008 às 17:06
Salomé

Linda menina! Simpática a tua presença, sempre que escrevo.

Obrigada pela atenção.

Sim, retomei a caminhada
...Ao encontro da Vida.

Maria Luísa


De Alzira Macedo a 8 de Junho de 2008 às 18:57
Parabens Luisa....
Adorei este poema, é muito real me faz lembrar algo que aconteceu comigo....
Desculpa comentar deste jeito, mas nao é isso a poesia cada qual interpreta á sua maneira?
Tou ainda muito emocionada depois de o ler, fez-me lembrar quando estive em estado de coma e queria tanto regressar á vida....
Finalmente consegui e tou aqui nao podia deixar de te comentar...
Parabens uma vez mais, gostaria um dia de poder conversar com a Luisa...
Pois me disse algo da ultima vez que me deixou um pouco perplexa "Que seu editor chegou a dizer que os poetas eram maus entre si"
Desculpa mas eu descordo, todos nós aprendemos uns com os outros e se algo nao estiver a favor nao é o poeta culpado, mas sim o ser humano´...
Um beijo com carinho


De M.Luísa Adães a 8 de Junho de 2008 às 20:33
Cara amiga

É com prazer que respondo a todas as tuas questões;
Dizes que os poetas aprendem uns com os outros!
Não contesto! Mas o poeta traz ao nascer, um determinado Dom; o poeta é livre dentro do seu coração. Aplica essa dádiva, mas não lhe traz felicidade - os dons dão responsabilidade e sofrimento e ainda, solidão.
Isto é verdade!

Mas tu dizes: "o poeta não é culpado, mas sim o ser humano".
E eu interrogo:
podes dissecar o poeta e tirar-lhe a "parte humana"?
Podes? És capaz de o fazer? Tens a certeza?

EU DIGO: NÃO PODES!

ENTÃO O EDITOR TINHA RAZÃO! Eu vivi essa experiência...E sofri e afastei-me ...e tenho receio de alguns!

Nem todos são assim; eu não sou, tu não és ... mas me parece que a percentagem maior - É Má!...

Não sabia - que sei eu? - que tinhas estado em coma ;e como sabes que querias voltar?

Então foi ,um semi-coma, consciente. Não? Ou sim?

Não quero fazer perguntas; tu só dizes o que quiseres!

Mas o BARCO é muito profundo! Muito mais, do que a simplicidade das palavras!

Vai mais longe...ao fundo da criatura humana e do seu apego à VIDA!
E para mim, Ele é muito Belo e Ela na areia da praia vê a sua chegada, como um presságio da necessidade
inerente ao Ser Humano, "da Partida"... Sem desejar essa partida!
E pediu um tempo mais, para acabar, o que não estava terminado.
Foi um pretexto que Ela usou, para Ficar!

E ficou... e voltou ...Ao encontro da Vida!

talvez seja esta parte que te tocou ... viste-te retratada nela, quando do teu Coma... Pela Vez Primeira, isso te aconteceu!

Verdade? Acertei? Penso que sim!

Toquei o teu fundo, bem no fundo!
Cheguei ao teu âmago sem saber!
Mas não deve ter sido um acaso!
Estava escrito nos astros,
Nas Estrelas,
No Firmamento
Na imensidade dos mundos siderais
A tua história...
E eu, sem saber, através desta sensibilidade, cheguei ao teu PORTO SEGURO!

Neste instante é Seguro!

Gostavas de falar com a Maria Luísa?
Gostas dela?
Ou é curiosidade por esta maneira, tão a meu jeito, de escrever?

O BARCO é muito bonito! E sobre Ele eu seria capaz de dissertar Horas - sem me repetir!

Mas vou parar e agradecer, as tuas palavras e o teu comentário.
obrigada e volta sempre.

Tudo quanto escrevo pertence à Vida, ao Universo, ao Mundo!

Beijos,

Maria Luísa


De Alzira Macedo a 10 de Junho de 2008 às 23:02
Olá Luisa, nao contesto o que aqui escreveste....
Na realidade acertas em muito do que dizes....
Temos talvez opinioes diferentes e formas diferentes de nos expremir....
Mas tanto uma como outra sabem do que falamos e o que dizemos....
Cada qual tem as suas certezas, e suas duvidas....
È verdade que este teu poema me tocou muito fundo....
num sentido penço que me pertence.....
quanto ao eu dizer que o poeta nao tem culpa mas sim o ser humano.....
digo no sentido de que por vezes as pessoas se escondem por detrÀs da poesia....
E na realidade em pessoa sao maldozas e capzes de ferir....
Nao digo ser capaz de descartar o poeta de mim porque nao me considero poeta....
escrevo o que me vai na alma em como pessoa humana que sou, nao finjo nem me escondo.... Sou e serei sempre assim....
Mas voltando ao poeta serem ou nao maldosos uns com os outros, volto a dizer que é o ser humano o que trazem no interior que fazem por vezes outras pessoas sofrer, ser poeta é algo mais é ter magia na alma como no que descreve....
Mas isso é muito relativo e cada um de nós pensa á sua maneira....
dizes ter sofrido com alguns poetas acredito que sim....
E compreendo que te afastes de quem prejudica faria o mesmo, tenho talvez uma opiniao muito ingenua nesse campo, porque amo a vida e as pessoas assim como respeito cada ser e forma de estar na vida....
Noto que és uma pessoa muito forte, com uma personalidade muito ciente do que pretende....
Continua pois tu és a tua melhor conselheira....
beijo com carinho


De TiBéu ( Isa) a 9 de Junho de 2008 às 18:03
abelhinha_gif.gif~
Com a minha simplicidade
Venho visitar a Luisa
Continuando o jogo
Gosto
Da sua forma se escrever
E como soltas as palavras,
Linda forma de conversar,
Dizendo, não dizendo
Falando não falando
Mas diizendo
Continua
Brincado com as palavra Luisa
Mil beijos
Obrigada
Tenho muito gosto em voltar


De M.Luísa Adães a 9 de Junho de 2008 às 18:21
Tibéu

Agradeço o comentário ao" BARCO" e a análise correcta que lhe faz e ao jogo de palavras e de malabarismos que fazem parte desta forma de dizer.

Obrigada

Maria Luísa


De mariana a 9 de Junho de 2008 às 23:21
Adorei o teu blog e a tua escrita, vou vir mais vezes, beijokas


De M.Luísa Adães a 10 de Junho de 2008 às 08:49
Mariana
-
Agradeço a sua presença neste blogs e ainda o comentário ao BARCO e mais... muito mais, o ter-me adicionado como Amiga.
Preciso de Amigos que me visitem, me escrevam, me cometem e a quem eu possa escrever.

Adorei as suas duas idéias - o Barco - também agradece - é uma personagem principal - no palco do Oceano...

A Amizade não tem palavras para a defenir... Fico feliz com essa Amizade!

Benvinda ao meu mundo,

Beijos,

Maria Luísa


De M.Luísa Adães a 11 de Junho de 2008 às 09:43
Minha Amiga

Quem gosta de poesia, a lê e se interessa, é poeta à sua maneira, tu também escreves ... E disse tudo!
Gostaria que lesses a última que escrevi - controversa, cheia de um jogo de palavras!
Quando escrevo, oscilo entre a Ficção e a realidade.
Não esqueças! O poema tem o nome de" AMANTE" e eu considero, muito, a tua opinião.
Gosto de conversar contigo e o que dizes é cheio de conteúdo!

O meu Editor era um homem cheio de experiência no mundo Literário - morreu, assim como a pessoa que me acompanhava no lançamento de Livros ,o Dr. Henrique Barrilaro Ruas - Fundador do Partido Monárquico.
Eu sou Humanista - nada mais! Mas conhecia-o e ele gostava da minha maneira de escrever e ajudou-me
num caminho dificil de trilhar.

Mas aqui, na Net, eu sou como todos - aderi ao mundo virtual a pedido do meu Filho quando casou e
foi para São Paulo _Brasil - onde também tenho casa.
Num local interessante!

Isto para me perceberes melhor!

Comenta, por favor," AMANTE" - desculpa o jogo de palavras similares e de conteúdo diferente ou igual, como queiras!

Quem comenta é que dá razão ao que se escreve e num Pintor, o critico é que explica o Quadro.

Queres conhecer-me? Entrar no meu escritório mal alinhado? Ou preferes escrever-me?
Faz como quiseres - mas não me tires a tua Amizade
Conto com Ela a cada passo q1ue dou!

Maria Luísa


Comentar post

.mais sobre mim

.links

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.posts recentes

. ROUBO

. Beijos/ Novo Ano Feliz

. BEIJOS

. Cantei!

. Oferta

. 11 de Setembro

. Oferta/ Evanir

. Oferta, a Maria luísa Adã...

. Cortesia de : Poesias do ...

. Três Rosas

. Oferta/ Maria/ Espanha

. Facebook/ Foto: A World o...

. Oferta/ Las cumbres del O...

. Oferta

. Pablo Neruda

. Agradecimento

. Prelúdio

. Oferta/ Novembro de 2012

. Poema sem nome

. Prémio Dardos/ 2012

. Saudade

. Juventude

. Jogos Olimpicos

. Amo!

. Oferta : www.estoyatulad...

. Bertold Brecht

. Decepcion ...

. Das Trevas para a Luz

. Primavera

. O Tempo

.favorito

. Whitney Houston

. FOGO

. NOITE

. Meu Amigo

. SEDE

. VIDA

. NUA

. Nascer e Viver

. REALIZAR

. ROSA IMORTAL


Selo do prémio dardos Oferta:-http//tintasepinceis.blogs.sapo.pt



Familia Maldonado /Brasão