Quinta-feira, 5 de Junho de 2008

?????????

Assumo a minha responsabilidade de Poetisa

Num mundo em que a” Poesia Morreu”.

                                          Maria Luísa

    

 

 

Gostas do Amor

Ou de sentir o Amor?

 

 

Sabes quem és e onde vais,

Sabes?

 

Tens a certeza do caminho

Para o encontro,

Tens?

 

Alguém te ensinou,

Alguém te encaminhou,

Alguém te deu a mão,

Alguém te compreendeu,

Alguém te chamou,

Alguém contou as tuas horas

Feitas dos teus silêncios

E daquela solidão

Só tua…

Alguém o fez?

Fez?

Ajudou

E nunca te deixou?

 

Deu carinho e falou,

Ou não falou?

 

Alguém tomou

O teu lugar

E te embalou nos seus braços,

Quando morrias de cansaço,

Alguém fez isso?

 

Se assim aconteceu,

Diz-me o “Porquê”

Desse Milagre.

 

Que bom!

Mas nada disseste

Sobre isso…

 

Por temor de ti própria

Ou pelos OUTROS?

 

Diz…

 

Outra vez!

E outra!

 

 

Eu não ouvi!...

 

publicado por M.Luísa Adães às 19:44
link do post | comentar | favorito
|
20 comentários:
De Sonhosolitario a 5 de Junho de 2008 às 22:13
ola amiga poeta Luisa adorei este seu poema ,
falando do amor ,sim porque o amor é um milagre
um doce beijo meu .
sonhosolitario


De blogando-me1 a 6 de Junho de 2008 às 07:58
Sempre que venho cá, fico sem saber o que dizer, perante textos tão lindos, cheios de sentimento. Hoje este deixou-me sem palavras. Simplesmente lindo amiga Luisa. Desejo desde já um bom fim de semana.
Bjs fofos


De salome a 6 de Junho de 2008 às 09:22
As pessoas tem medo de dar amor, e recebe-lo também.eijinho


De M.Luísa Adães a 6 de Junho de 2008 às 09:55
Salomé

Obrigada pelo comentário aos 9 pontos de interrogação... E tem 9, pois é o número das interrogações feitas ao longo do Poema.

Eu também gosto dele! Mas foi escrito para todos quantos me acompanham e ainda, para os que passam e nada dizem.

É para o Mundo! E esta é a melhor forma de chegar ao mundo.

Beijos,

Maria Luísa


De M.Luísa Adães a 6 de Junho de 2008 às 10:01
Sonhosolitário

fiquei feliz pela tua presença nos 9 pontos de interrogação e são 9, pois são os que acompanham todo o poema.
Eu também gosto dele!
Obrigada pela tua Amizade!

Beijos,

Maria Luísa


De M.Luísa Adães a 6 de Junho de 2008 às 10:02
Sonhosolitário

fiquei feliz pela tua presença nos 9 pontos de interrogação e são 9, pois são os que acompanham todo o poema.
Eu também gosto dele!
Obrigada pela tua Amizade!

Beijos,

Maria Luísa


De M.Luísa Adães a 6 de Junho de 2008 às 10:08
blogando-me1

Fiquei muito feliz com a tua preseça;
obrigada pelas tuas palavras;
os 9 pontos de interrogação simbolizam as 9 perguntas que são feitas ao longo do Poema.
Também gosto dele!

Pertence ao Mundo!

Beijos,

Maria Luísa


De Alzira Macedo a 6 de Junho de 2008 às 16:15
Luisa...
Para estas 9 interrogações, mereciam mesmo as 9 respostas...
Embroa nao seja perita no amor, na poesia e na vida tenho uma vontade enorme de viver e redescobrir...
Assim sendo amando o bom e o menos bom na nossa vida encontramos respostas ás tuas perguntas...
Mas tambem é justo que cada um pense por si e deia imaginação a este maravilhoso poema...
Nao é habitual poema feito em perguntas mas é o que faz a diferença...
Parabens poetisa por este momento agradavel e por uma tarde de reflexao, pois ao tentar responder ao teu poema nossas mentes percorrem caminhos e sonhos, vivdos ou até com audacia para os viver....
beijo com carinho


De Alzira Macedo a 6 de Junho de 2008 às 16:46
passei novamente, pois nao deixei de pensar e decidi responder mesmo ao teu poema....
estas sao as respostas que te posso dar...
beijos
.......................................................................................
Sim…
sinto-me bem amando e sendo amada!..
Sei o que sou e para onde quero ir!..
Não tenho certezas, apenas quero da vida usufruir!..
Ninguém me ensinou, apenas fui me apercebendo.
sim…
encaminharam-me, dando-me amor
deram-me a mão
e muito mais, “o coração”
me compreender é difícil,
se navego nas marés dos sentimentos corruptos
talvez me chamassem, eu não quis ouvir
na contagem das horas eu quis persistir
mesmo nas menos boas, o silencio me ouviu e aconselhou
que solidão não é solução,
por isso aqui estou
dando-te a mão, estás preparado aceita
escuta a tua própria voz, essa que te conhece
que te atormenta, e que de teu coração, não se esquece
quantas vezes fui embalada pela ilusão
quando me perdi , no abismo do desamor
o milagre aconteceu,
soube o significado da vida
Da minha vida…
por amor a mim própria deixei de sofrer
deixei de querer receber
é no dar que sou feliz e consegui sobreviver
Tenta e ficarás a saber….

Alzira Macedo


De M.Luísa Adães a 6 de Junho de 2008 às 20:59
Alzira Macedo

Merece mais, do que uma pequena resposta - ao comentário que me faz e eu agradeço, tanto quanto possível agradecer... Mais tarde, amanhã ou depois eu converso consigo acerca do meu poema e da sua resposta.
Sei que escrevo de forma diferente! Tenho noção disso! Mas também sou diferente e procuro fugir a regras impostas, no escrever...


Adoro escrever" à minha maneira" , mas assim eu sou, igual a mim mesma.
Sou um pouco dificil de entender; eu sei! Mas os meus livros publicados e lançados no mundo não são suficientes, para mim. E interrogo tudo e nesse interrogar eu chamo a atenção "Para o que digo".

Os Nove pontos de interrogação, acompanham todo o Poema, são criaturas principais e no palco da vida,interrogam todos quantos me lêm ... de forma invulgar...Uns entendem, outros não!

Mas isso não conta! Eles estão atentos a quem os lê e
procuram dizer aquilo que os outros não têm coragem de dizer a si próprios... Interrogam o mais escondido, o que não queremos lembrar, nem confessar.
Agradeço o poema enviado - muito bom! Muito verdadeiro e real; gosto da sua forma de dizer...
Espero que me compreenda na "Minha forma de dizer"; contestada ou não - eu continuo a dar à Vida
Amor e Poesia - também!...

Beijos,

Maria Luísa


De Alzira Macedo a 6 de Junho de 2008 às 21:43
È exactamente isso que eu quiz dizer Luisa....
Gostei dessa forma tao pouco usual na poesia...
Pois marca a diferença...
È bom que haja diferença penso que nao há nem melhor nem pior mas diferente...
E a LUisa tá de parabens precisamente por marcar a diferença...
Nao contesto seja o que for amiga Aliás quem sou eu para tal, Continue sim a dar á vida cor, com bela poesia de amor...
Um beijo e espero que nao me enterprete mal....
Penso que nós os poetas temos mais dificuldades em nos entendermos...
Mas nao há nada que uma conversa nao consiga resolver...
Um beijo com carinho e bom fim de semana


De M.Luísa Adães a 7 de Junho de 2008 às 09:12
Não interpretei mal as suas palavras; fiquei honrada com essas mesmas palavras -" são as palavras que cantam, que sobem e descem...Prosterno-me diante delas". Amo as palavras...as Inesperadas...Persigo as palavras..." Pablo Neruda.

E isso eu tento fazer!
Interrogações tenho muitas - quem não tem?
Mas traduzo-as, quando posso, e transformo-as em Poemas -" só meus...únicos, - por vezes incompreendidos, mal analisados - mas meus!

O que me disse, deixou-me incrédula por a ter tocado, no fundo e trazer à superficie - mais de
Nove...Muito mais! Interrogações crescentes a não parar...

O meu Editor a primeira vez que me viu e me leu ,disse:
"cuidado, os poetas são muito maus, uns para os outros".

Tive essa prova real com duas poetisas que"fingiram" ignorar, a minha forma de escrever.

Estavam longe de mim - muito longe do meu" Mundo Abstracto e Intimista".
É isso que eu sou "Abstracta, Intimista e por vezes, voltada para o Além de tudo isto.

Crente, muito..." À minha maneira".

Tudo quanto escreveu está lindo e gosto do diálogo consigo - "À sua maneira - É Diferente"...

Leia no Sapo o AMOR; Término; Eu e Tu e ?.....

E tantas outras coisas que escrevo; não temos tempo...Eu sei! Um dia sem o desejarmos, sem pedirmos, temos tempo para Sofrer...Toda a espécie de sofrimento ou Solidão, incompreensão e interrogamos os astros, as estrelas e temos todo o tempo do Mundo à nossa espera.

Sou versátil no dizer; preocupo-me com a Humanidade. o amor, os sem Pátria, os deserdados desta Terra - que é de todo e não apenas, de alguns.

Obrigada por me entender,

Maria Luísa


De Alzira Macedo a 7 de Junho de 2008 às 22:59
Simplesmente genial Luisa....
Gostei desta resposta....
Nota-se que ama as palavras, e isso dá-me chama pois eu tambem gosto de fazer jogo de palavras...
Estarei atenta a este blog pois noto que me vou perder por cá muitas vezes. Esta forma de estar e escrever cativa-me...
Beijo e bom fim de semana...


Comentar post

.mais sobre mim

.links

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.posts recentes

. ROUBO

. Beijos/ Novo Ano Feliz

. BEIJOS

. Cantei!

. Oferta

. 11 de Setembro

. Oferta/ Evanir

. Oferta, a Maria luísa Adã...

. Cortesia de : Poesias do ...

. Três Rosas

. Oferta/ Maria/ Espanha

. Facebook/ Foto: A World o...

. Oferta/ Las cumbres del O...

. Oferta

. Pablo Neruda

. Agradecimento

. Prelúdio

. Oferta/ Novembro de 2012

. Poema sem nome

. Prémio Dardos/ 2012

. Saudade

. Juventude

. Jogos Olimpicos

. Amo!

. Oferta : www.estoyatulad...

. Bertold Brecht

. Decepcion ...

. Das Trevas para a Luz

. Primavera

. O Tempo

.favorito

. Whitney Houston

. FOGO

. NOITE

. Meu Amigo

. SEDE

. VIDA

. NUA

. Nascer e Viver

. REALIZAR

. ROSA IMORTAL


Selo do prémio dardos Oferta:-http//tintasepinceis.blogs.sapo.pt



Familia Maldonado /Brasão