Quarta-feira, 9 de Abril de 2008

INFINITO

                            Só no 0uvido dos versos

                             Onde a seiva não corre

                              Uma rima perdura

                                O dizer com brandura

                                Que um Poeta não morre

                                      

                                            Miguel Torga          

                             

 

                                  

                                                                         

 

                                                                              

 

 

 

 

                     Estou no Mar

                     Olho o teu cimo,

                     Penso nos Deuses

                     Que te protegem

                      E te guardam,

                      Sentinelas vigilantes

                      Da tua Grandeza.

 

                       Olho o Espaço,

                       O Infinito ao longe,

 

                       E esqueço quanto escrevi …

 

                       Aquele falar de coisas

                       Que tu não entende

 

publicado por M.Luísa Adães às 18:23
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Luar_Amigo a 10 de Abril de 2008 às 11:16
Olá Luisa. Como tem passado? Quero dar-lhe, mais uma vez, os meus sinceros Parabéns pela forma como escreve, pois é magnifica. Este piqueno e simples poema é mais uma prova desse seu talento. Gostei muito deste e dos outros que li, mas este, não sei porquê, mas tocou-me profundamente...

Bjnhs


De M.Luísa Adães a 10 de Abril de 2008 às 20:03
Luar Amigo

Agradeço o teu comentário ao INFINITO;
já tinha notado a tua ausência; sinto a tua falta, como se te conhecesse.

E esqueço quanto escrevi ...

Aquele falar de coisas
Que tu não entendes ...

Ofereço as Palavras a Todos como tu que entendes ,a sensibilidade de um Poema, aparentemente, tão simples!

Bendito sejas!

Maria Luísa


Comentar post

.mais sobre mim

.links

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.posts recentes

. ROUBO

. Beijos/ Novo Ano Feliz

. BEIJOS

. Cantei!

. Oferta

. 11 de Setembro

. Oferta/ Evanir

. Oferta, a Maria luísa Adã...

. Cortesia de : Poesias do ...

. Três Rosas

. Oferta/ Maria/ Espanha

. Facebook/ Foto: A World o...

. Oferta/ Las cumbres del O...

. Oferta

. Pablo Neruda

. Agradecimento

. Prelúdio

. Oferta/ Novembro de 2012

. Poema sem nome

. Prémio Dardos/ 2012

. Saudade

. Juventude

. Jogos Olimpicos

. Amo!

. Oferta : www.estoyatulad...

. Bertold Brecht

. Decepcion ...

. Das Trevas para a Luz

. Primavera

. O Tempo

.favorito

. Whitney Houston

. FOGO

. NOITE

. Meu Amigo

. SEDE

. VIDA

. NUA

. Nascer e Viver

. REALIZAR

. ROSA IMORTAL


Selo do prémio dardos Oferta:-http//tintasepinceis.blogs.sapo.pt



Familia Maldonado /Brasão