Quinta-feira, 25 de Março de 2010

Nascer e Viver

 

 

 Imagem Internet / Salvador Dalí/ Museu de Gala

 

 

Nascemos em Continentes diferentes,

Eu nasci mais cedo

Tu nasceste mais tarde.

 

Nunca nos vamos encontrar

Cedo ou tarde,

Nosso caminho é diferente.

 

Sorrimos sem medos,

Nos amamos

Neste versejar.

 

Levo-te

Junto ao meu coração,

Quando um dia não voltar

E tu ficares.

 

Eu vou sentir o partir

Tu não vais entender,

Mas vais caminhar.

 

Não é necessário entender,

Apenas  esquecer

Um dia vais lembrar.

 

Há uma força que nos vai prender,

Como se eu fosse mortal novamente...

 

publicado por M.Luísa Adães às 18:09
link do post | comentar | ver comentários (41) | favorito
|
Sábado, 20 de Março de 2010

REALIZAR

 

 

 

 Imagem Internet / Salvador Dalí

 

 

Há um sonho a realizar
Há um tormento a esquecer,
Flores a nascer
Gente a morrer.
 
Há uma noite insensata
Há um luar de prata
Maldade de quem mata,
Há quem morra por amar…
 
Há a tua voz sem coragem
Há o amor em vantagem,
A subtileza da fluidez humana
A água que cai e te chama.
 
Há os espelhos da nossa Casa
Há os espelhos do Salão,
Igualmente plácidos
Divinamente exactos.
 
Há a dor daquele que não sai
E do outro que não tem casa
E prolonga na vida,
Um sonho mudo e fortuito.
 
Oh, quanto me pesa,
Minha memória passada
Minha memória presente
Minha memória ausente.
 
Há um sonho a realizar
Há uma insensatez a esquecer,
Flores a nascer
Gente a morrer.
 
Há um verso a caminhar
No Universo,
A tentar um ramo aberto
Para adormecer
Na linha recta,
O olhar na linha curva.
 
Há um sonho a realizar
E és tu, meu amor!
 
 
Maria Luísa O. M. Adães
 
publicado por M.Luísa Adães às 10:41
link do post | comentar | ver comentários (30) | favorito
|
Sábado, 13 de Março de 2010

ROSA IMORTAL

 

 

 Imagem Internet/   Salvador Dalí

 

 

 
Rosa imortal
Pousada em meu seio
Colocada por ti,
Cintila no jardim.
 
Silêncio de vultos parados
Olhando por mim.
 
O vento não me toca
Só tu te espelhas
Perto de mim
E lanças teu olhar,
No silêncio de meus versos.
 
Que sentimos? Que dizemos?
Faz muito frio…
 
Nada nos toca
Sem roupas no corpo,
Apenas a Rosa Imortal
Pousada em meu seio.
 
Faz muito frio,
De olhos dormentes, falta-nos o sol.
 
Entramos no espelho
Descobrimos um mundo
Fora do nosso mundo
Dentro do nosso Ser.
 
Os cabelos estão verdes
Da cor de águas trementes.
 
Nadamos em meio de nenúfares,
Plantas exóticas
Como eu, amor meu.
 
Deixamos as roupas
Ao sol da manhã,
No nosso mundo de espelhos
Nos beijamos e amamos,
Nas muitas Dimensões
Do nosso Eu.
 
Dentro do espelho, outra vida flúi
Sobem ramos de rosas
Ao encontro da Rosa
Colocada por ti
A acender clarões no meu jardim.
 
Lutamos e amamos,
Não voltamos…
 
Fica em mim
E eu em ti.
 
 
Maria Luísa O. M. Adães
 

 

publicado por M.Luísa Adães às 10:07
link do post | comentar | ver comentários (48) | favorito
|
Domingo, 7 de Março de 2010

AMEI-TE

 

 

 

 Imagem Internet / Salvador Dalí

 
 
Amei-te,
Humilhei-me em prantos.
 
Desconexos
Perplexos.
 
Vivi para ti,
Esqueci família
Esqueci amigos
Esqueci de mim…
 
E tu me olhaste
Longamente, me olhaste
E me ignoraste.
 
Esquecido de mim
Esquecido do que dei.
 
Mais tarde agradeci
O desencontro,
De mim e de ti.
 
Só eu fui invulgar
Tu foste vulgar!
Não merecias
Meu sonho de encantar.
 
Pára no deserto de meu caminho
E eu te ame,
Na fragilidade da poesia.
 
Amei-te,
Desconhecia o amor
Mas te dei meu calor
E perdi meus passos.
 
Me olhaste longamente,
Longamente me olhaste
Como sempre o fizeste,
Mas nada restou.
 
Deixei de respirar,
Parece que morri
Na superfície lisa
Que atravessei.
 
Meus versos deixaram
De cantar,
Ficou meu pranto
Preso ao luar,
E eu morri…
Por te amar.
 
 
 Maria Luísa O. M. Adães
publicado por M.Luísa Adães às 17:24
link do post | comentar | ver comentários (50) | favorito
|
Segunda-feira, 1 de Março de 2010

Deixa Que Te Leve

 

 Imagem Internet /  Salvador Dalí
 
 
 
Deixa que te leve,
Caminhemos pelas ondas
Mansas, sonolentas
Sedentas de tudo.
 
Deixa que te leve,
Ao encontro dos sonhos
Sonhados,
Nunca encontrados.
 
Deixa que te leve,
Ao meu jardim encantado
Com flores de mil tons
E clarões alaranjados.
 
Deixa que te leve,
Através da multidão
Que corre,
Sem piedade.
 
Deixa que te leve,
Para meu recanto breve
Onde tudo canta
E é leve.
 
Deixa que te leve,
E sejas meu, finalmente
E esqueçamos o mundo,
De forma breve.
 
Deixa que te leve,
Ao encontro de espelhos
Diluídos na noite de agasalhos
E aguardemos
E nos amemos
Como sabemos.
 
Deixa que te leve,
A escutar meu silêncio,
De palavras perdidas
Num canto agreste.
 
Deixa que te leve,
Não contes o tempo
Talvez se esqueça
De mim, de ti,
E nos deixe ficar…
 
E acredita,
 
Outros se buscam no espelho! 
 
Maria Luísa
 
publicado por M.Luísa Adães às 07:00
link do post | comentar | ver comentários (42) | favorito
|

.mais sobre mim

.links

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.posts recentes

. ROUBO

. Beijos/ Novo Ano Feliz

. BEIJOS

. Cantei!

. Oferta

. 11 de Setembro

. Oferta/ Evanir

. Oferta, a Maria luísa Adã...

. Cortesia de : Poesias do ...

. Três Rosas

. Oferta/ Maria/ Espanha

. Facebook/ Foto: A World o...

. Oferta/ Las cumbres del O...

. Oferta

. Pablo Neruda

. Agradecimento

. Prelúdio

. Oferta/ Novembro de 2012

. Poema sem nome

. Prémio Dardos/ 2012

. Saudade

. Juventude

. Jogos Olimpicos

. Amo!

. Oferta : www.estoyatulad...

. Bertold Brecht

. Decepcion ...

. Das Trevas para a Luz

. Primavera

. O Tempo

.favorito

. Whitney Houston

. FOGO

. NOITE

. Meu Amigo

. SEDE

. VIDA

. NUA

. Nascer e Viver

. REALIZAR

. ROSA IMORTAL


Selo do prémio dardos Oferta:-http//tintasepinceis.blogs.sapo.pt



Familia Maldonado /Brasão