Sábado, 22 de Setembro de 2007

FINAL

  

As ondas batem suaves na transparência das águas; escondem as rochas e logo se desnudam num ritmo melódico. Um barco estremece e eleva-se na cadência rítmica do Oceano; outro barco balança as velas ao longe…um outro segue o seu destino. A Serra retoca os seus mil tons dourados; o Sol aquece a areia da praia e nos lugares mais altos as sentinelas vigiam a hora do meio-dia. Tudo se aquieta num tempo derradeiro; numa despedida de encanto e sente-se a Tua presença, qual farol ensinando o caminhante perdido a encontrar a estrada feita dos Teus cuidados.

A magia do silêncio, o canto da natureza junta-se ao musgo sedoso desse instante luminoso.

 

As ondas continuam a murmurar leves e nuas. Eu fixo o meu olhar no momento e usufruo desse milagre! Tudo é uma aventura constante!

Apenas Tu restas e és reflectida no embalar das ondas minúsculas e o tempo pára…e dá o esquecimento do Inverno tenebroso de terras a ruir, pontes a abater e gente a morrer.

 

Hoje, sei! Muitas situações vividas aconteceram!

 

O jogo de xadrez foi uma constante a acompanhar os últimos momentos.

 

E eu acordei; esfreguei os olhos de contente e tomei o meu lugar como um Peão que contribui, a seu modo, no analisar e no viver do meu pequeno espaço. E soube que a face do Mundo mudou e nada vai ser igual! Daí a acreditar que um Sonho à LUZ DO SENTIR pode mostrar a realidade – como uma espécie de filme ao ser projectado para um ecrã.

 

A época introduz-se num sonho de uma pessoa comum!...E mostra a VERDADE!

 

publicado por M.Luísa Adães às 19:52
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sábado, 1 de Setembro de 2007

PAPOILAS

 

Olho o cultivo das papoilas verdes e pálidas – sem brilho…diferentes dos verdes sedosos da minha SERRA e analiso os vários tons de verde e sinto…no fundo de mim mesma, a terrível mudança!...Grito ao AR, ao VENTO, ao UNIVERSO!

 

Há verdes que significam a VIDA;

Verdes verdadeiros e puros,

Verdes escuros de musgo atapetados, onde apetece caminhar;

Verdes com misturas de outros verdes; tons luminosos onde se reflectem

Sentimentos;

Verdes inebriantes impossíveis de pintar e reter numa tela e entrar nessa tela – acabada de pintar;

Verdes puros onde apetece respirar;

Verdes a deslumbrar o caminhante, misturado da luz do dia, do sol do meio-dia e mais tarde do luar.

 

Mas há VERDES MORTAIS!!!

 

 

Plantados noutros locais e mais tarde transformados pela química e vendidos em PÓ – SEM PIEDADE – nos pequenos e TRISTES FUNERAIS. E imploro pelos pobres que se arrastam e morrem por esse PÓ…

 

Tudo isto é uma lembrança, recordada ao ver as pálidas papoilas, como única vegetação, nas montanhas onde ouvi os risos de alegria e os brindes a serem trocados no momento “EXACTO” em que se partem as TORRES GÊMEAS!...

Isto é real ou apenas um pesadelo de um sonho conturbado?

Tenho medo quando te aproximas, lentamente, vestida de verde!...

 

E as crianças alucinadas de armas empunhadas prontas a matarem!

Alguém as inicia no mistério da VIDA…sem Estrelas no espaço, risos, alegrias e a doçura de um abraço – a encher o VAZIO!...

Dois acontecimentos, em lugares diferentes, no MESMO DIA!...

 

Talvez por MILAGRE – NÃO SEJA VERDADE!

 

 

 

 

 

publicado por M.Luísa Adães às 14:37
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.links

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.posts recentes

. ROUBO

. Beijos/ Novo Ano Feliz

. BEIJOS

. Cantei!

. Oferta

. 11 de Setembro

. Oferta/ Evanir

. Oferta, a Maria luísa Adã...

. Cortesia de : Poesias do ...

. Três Rosas

. Oferta/ Maria/ Espanha

. Facebook/ Foto: A World o...

. Oferta/ Las cumbres del O...

. Oferta

. Pablo Neruda

. Agradecimento

. Prelúdio

. Oferta/ Novembro de 2012

. Poema sem nome

. Prémio Dardos/ 2012

. Saudade

. Juventude

. Jogos Olimpicos

. Amo!

. Oferta : www.estoyatulad...

. Bertold Brecht

. Decepcion ...

. Das Trevas para a Luz

. Primavera

. O Tempo

.favorito

. Whitney Houston

. FOGO

. NOITE

. Meu Amigo

. SEDE

. VIDA

. NUA

. Nascer e Viver

. REALIZAR

. ROSA IMORTAL


Selo do prémio dardos Oferta:-http//tintasepinceis.blogs.sapo.pt



Familia Maldonado /Brasão